14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Campeonato Europeu Sub-17: Dinamarca elimina Turquia e Inglaterra afasta Rússia

A Dinamarca e a Inglaterra garantiram ontem o apuramento para a final do Campeonato Europeu de Sub-17 - Competição por Equipas, a decorrer no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha.
 
 Tudo começou às 10h00 com a disputa dos quartos-de-final que envolveu os sete primeiros classificados de cada um dos sete grupos da primeira fase, mais o melhor segundo: a Alemanha. Portugal ficou em terceiro lugar no Grupo 2, tendo terminado a sua participação com uma vitória por 5-0 frente à Letónia.
 
 A primeira selecção a apurar-se foi a Dinamarca, principal favorita à vitória final. Os dinamarqueses venceram a Eslováquia por 3-0.
 
 Nos outros três encontros da eliminatória não houve qualquer surpresa, com a Rússia, Turquia e Inglaterra – 2.ª, 3.ª e 4.ª cabeças-de-série, respectivamente – a conseguirem o apuramento.
 
 Os atletas turcos superiorizaram-se aos belgas, por 3-2, e a Inglaterra superou a França por 3-1. A última selecção apurada foi a Rússia que bateu a Alemanha por 3-2.
 
 Às 16h00 jogaram-se as meias-finais com os duelos Dinamarca-Turquia e Inglaterra-Rússia. Os escandinavos impuseram-se aos turcos por 3-0, enquanto a Inglaterra conseguiu ultrapassar a Rússia pelo mesmo resultado.
 
 A grande final Dinamarca- Inglaterra tem lugar hoje, quarta-feira, a partir das 10h00.
 
 DECLARAÇÕES DO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BADMINTON
 
 João Matos, Presidente da Federação Portuguesa de Badminton, fez um primeiro balanço da prova por equipas e uma antevisão da competição individual que tem início na próxima quarta-feira às 16h00.
 
 A que sabe este terceiro lugar na fase de grupos?
 
 João Matos - Foi aquilo que esperávamos! Ficámos inseridos num grupo muito forte com a Rússia, como primeira cabeça de série, e tínhamos também a Bulgária, que é também uma potência europeia do Badminton. A competição tem sido interessante, sobretudo porque se apura apenas o primeiro classificado de cada grupo e o melhor segundo e todos querem ganhar. Posso dizer-lhe que a Alemanha foi a melhor segunda classificada na fase de grupos e foi apenas por um jogo de diferença para a Bulgária.
 
 Para este escalão etário, os nossos jovens ainda têm muita progressão porque têm a desfavor o facto de ainda não terem os 16/17 anos durante este ano, são ainda mais jovens, e por isso têm potencial de crescimento. Ainda assim, venceram por 5-0 a Letónia e isso deixa-me muito satisfeito. Estão no caminho certo e mostram que estão a dar grandes passos no Centro de Alto Rendimento de Badminton.
 
 Apesar de, como o João Matos disse, estes jovens terem potencial de crescimento…faltam jovens ao Badminton, falta divulgação da modalidade?
 

 João Matos - O trabalho está a ser feito e tem que ser por gerações. Não temos talentos que em grupo possam formar uma equipa coesa, não temos um número alargado de atletas de alto nível e por isso fazer uma Selecção é sempre muito complicado. Era importante ter mais miúdos de alto nível, isso é um facto.
 
 Apesar da modalidade não ser muito divulgada em termos mediáticos, nós estamos muito bem posicionados através do Desporto Escolar onde o Badminton tem uma adesão enorme e é a terceira modalidade mais praticada.
 
 Estamos a trabalhar bastante melhor do que há anos atrás numa base mais alargada para termos talentos a emergir, que tenham uma base de relevo e isso vai aparecer mais tarde. Uma coisa é certa: temos estado sempre presentes nos Jogos Olímpicos desde que a modalidade foi incluída na competição em Barcelona (1992). Não é fácil qualificarmo-nos e isto só prova que já temos talentos de grande nível a aparecer.
 
 Expectativas para a prova individual de Portugal?
 
 João Matos - A prova individual vai ser diferente, com os países limitados ao número de atletas que podem inscrever, só vão a jogo os melhores atletas de cada uma das Selecções.
 
 Claro que há aqui grandes desníveis, basta ver, por exemplo, a postura corporal. Há atletas muito mais desenvolvidos fisicamente. Contudo, e como a competição é por sorteio, tudo depende um pouco do adversário que nos calhar porque a eliminação é à primeira derrota.
 
 As expectativas e o meu desejo é para que os nossos atletas lutem como lutaram até aqui nos jogos que fizeram, seja com a Rússia ou com a Letónia, tiveram a mesma postura e o mesmo empenho. É isso que lhes peço! No fundo, quero que eles consigam dar o seu melhor, que tirem daqui uma boa experiência internacional ao nível de jogo que têm neste momento porque os resultados aparecem naturalmente.
 
 Não tenho grandes expectativas em termos de grandes resultados porque sei que, tendo cá a Dinamarca (que é uma potência mundial), Inglaterra, Rússia e outros países, vai ser difícil. Todos vão colocar os dois melhores jogadores e vão eliminando os outros atletas. Sinceramente, não espero sair daqui com um campeão da Europa deste escalão na prova individual mas espero que representem bem o nosso país e que vejam que vale a pena o sacrifício que fazem na modalidade para atingirem o Alto Rendimento.
  
   

Periodicidade Diária

sábado, 24 de agosto de 2019 – 18:14:04

Pesquisar

 

20 de agosto

2005 - 2019, são 14 anos


- quase 3 milhões de fotos

de cerca de 60 desportos diferentes

 

- aproximadamente 46.000 notícias

de cerca de 225 desportos diferentes

 

- e muito mais
 

tudo

Ao Serviço do Desporto em Portugal

Obrigado aos nossos leitores!

 

 

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...