18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Clássicos 1300 oferecem espetáculo no ANPAC Classic Racing com Luís Alegria a reforçar liderança

 

 

Clássicos 1300 oferecem espetáculo no ANPAC Classic Racing com Luís Alegria a reforçar liderança

 

  • - Espetáculo absoluto dado pelos pilotos dos Clássicos e Legends 1300, com Luís Alegria (Datsun 1200), Carlos Cruz (Datsun 1200 Coupé) e Luís Mendes (Citroen AX Sport) em duelos constantes.
  • - Luís Alegria acabou por levar de vencida todos os seus adversários nas duas corridas disputadas no Autódromo do Estoril, reforçando a sua candidatura ao título de 2023.
  • - A próxima jornada do Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos 1300 será o Algarve Classic Festival a disputar no Autódromo Internacional do Algarve nos dias 27 a 29 de outubro.
  •  
  • O Campeonato de Portugal de Velocidade 1300 (CPV1300) realizou a quarta jornada no Autódromo do Estoril com duas corridas cheias de emoção, lutas e ultrapassagens. Verdade que na liderança, o rosto foi sempre o mesmo, Luís Alegria. Dois sucessos que reforçaram de forma clara, as possibilidades de vencer o título no CPV1300. Destaques para a presença de Carlos Barbosa da Cruz ao volante do Datsun 1200 Coupe de Aníbal Rolo, o inusitado e diferente Seat Marbella inscrito por Miguel Barata na Taça Mil e a presença com excelente andamento de Miguel Miguel (Austin Metro).
  •  
  • Luís Mendes (Citroen AX Sport) surpreendeu ao rubricar a “pole position” para a primeira corrida, batendo Luís Alegria (Datsun 1200). Miguel Barata e Pedro Barbosa tiveram de sair do final da grelha devido ao anulamento dos seus tempos por decisão dos comissários desportivos. Miguel Miguel foi penalizado e arrancou apenas de 17º.
  •  
  • O arranque não sorriu a Luís Alegria que não conseguiu suplantar Luís Mendes. O piloto do Datsun prateado acabou por chegar à liderança, mas o piloto do Citroen AX não largou o escape do carro japonês, aproveitando ambos para fugir aos seus adversários. As ultrapassagens foram-se sucedendo até que um “Safety Car” devido aos problemas com o carro de Miguel Miguel, agrupou o pelotão e deu o ensejo a Carlos Barbosa da Cruz para impor a Luís Mendes o seu novo Datsun 1200 Coupé.
  •  
  • Os dois pilotos trocaram várias vezes de posição e promoveram o afastamento de Luís Alegria. O duelo entre Carlos Cruz e Luís Mendes foi interrompido por óleo espalhado na pista. A bandeira vermelha acabou com a corrida que teve, apenas, sete voltas. Barbosa da Cruz conseguiu o segundo lugar na frente de Luís Mendes.
  •  
  • Como sempre, o Desafio ANPAC foi animado com Pedro Teixeira a ganhar na frente de António Costa e de Ruben Fernandes, todos em Fiat Punto 85S. Miguel Barata venceu os H81 e foi segundo na taça 1000 com o Seat Marbella 1000, classe ganha por Veloso Amaral no Hillman Imp. Nos H71, José Moreira (Datsun 1200) venceu, enquanto nos H75 a vitória foi, claro, para Luís Alegria, na frente de Carlos Cruz e João Braga. Finalmente, nos L1300, vitória para Luís Mendes, seguido de Jorge Marques (Toyota Starlet 1300 S) e de Duarte Trindade (Peugeot 106).
  •  
  • Saindo da “pole position”, Luís Alegria não deixou se surpreender por Carlos Cruz na segunda corrida e não largou o comando da corrida até ao final das 11 voltas cumpridas. Atrás, o primeiro a ceder foi Carlos Cruz que, após duas voltas, ficou parado no final da grelha da reta da meta. Entrou, assim, o “Safety Car” em pista e neutralizou a prova. Luís Mendes chegou ao segundo lugar e tentou o assalto ao comando da prova.
  •  
  • O problema para o homem do AX Sport foi a intromissão de João Braga (Datsun 1200) e de Pedro Barbosa (Datsun 1200) na luta pela segunda posição. Quando o Datsun de Braga decidiu não colaborar, as dores de cabeça de Luís Mendes não terminaram e acabou, mesmo, por perder a segunda posição para Pedro Barbosa.
  •  
  • Miguel Miguel, saindo do fundo da grelha, esteve irrepreensível na recuperação e com o Austin Metro em excelentes condições, conseguiu trepar até ao sexto lugar final. Veloso Amaral (Hillman Imp) não arrancou para a prova tal como Duarte Trindade (Datsun 1200). Por outro lado, Carlos Cruz e José Moreira abandonaram a corrida.
  •  
  • Pedro Teixeira voltou a ganhar o Desafio ANPAC, repetindo o pódio Ruben Fernandes, desta feita no segundo lugar, seguido de Nuno Pinheiro. O quarto foi António Costa e em quinto ficou Paulo Ferraz. Nos H81 vitória de Miguel Miguel, nos L1300 levou a melhor o Luís Mendes, na frente de Jorge Marques e de João Arantes (Toyota Starlet 1300 S), com Fernando Charais (Citroen AX Sport) logo de seguida. Rui Santos (Toyota Starlet 1300 S) e Rui Gama (Peugeot 106 XSI) fecharam a classificação.
  •  

Periodicidade Diária

sexta-feira, 19 de julho de 2024 – 18:02:42

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...