14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Pires e Araújo são reis em Rockingham

 

 

Pilotos enfrentaram as condições particulares das corridas inglesas

  

O circuito britânico de Rockingham recebeu a comitiva do Super 7 by Kia para mais uma jornada extra e, desta vez, José Carlos Pires foi quem mais se destacou, a par de Hugo Araújo. Ambos conseguiram uma vitória. Num fim-de-semana em que a competitividade voltou a ser enorme, as equipas tiveram de lidar com a novidade de pilotarem num circuito desconhecido e com a meteorologia instável típica do Reino Unido.

 

As formações presentes em mais uma jornada realizada em terras de Sua Majestade tiveram um grande desafio pela frente. A chuva inconstante habitual em Inglaterra marcou presença durante quase todo o fim-de-semana, o que baralhou as contas dos pilotos. Para além disso, os concorrentes do Super 7 by Kia voltaram a partilhar a pista com os pilotos do troféu britânico, num total 31 carros na grelha de partida, que é o limite deste circuito.

 

“As corridas em Inglaterra correram de forma estupenda. Depois de Silverstone, Rockingham revelou-se uma excelente surpresa. As características do circuito são incríveis, com curvas muito variadas. A meteorologia contribuiu para maior animação em pista e terminámos esta jornada com dois confrontos bem disputados. Os pilotos mostraram, mais uma vez, grande fair-play e não temos dúvidas que a aposta nestes eventos extra foi ganha”, afirmou o responsável da entidade organizadora, a CRM Motorsport, Tiago Raposo Magalhães.

 

Pires estreia-se a vencer em 2016

 

 

 

A primeira corrida foi muito aguerrida e o vencedor teve de discutir a primeira posição até à última curva.

 

 

José Carlos Pires foi o melhor sucedido e subiu ao lugar mais alto do pódio. Eduardo Leitão deu forte réplica como mostra a classificação. O segundo classificado ficou a apenas 0,140s de distância do primeiro. Sérgio Saraiva assistiu de cadeirão ao duelo Pires/Leitão e terminou no terceiro posto.

 

Com pressões de pneus para piso seco, José Carlos Pires sentiu dificuldades iniciais. Mas a pista secou e ao fim de três voltas quase não havia vestígios de água no asfalto. O piloto tirou partido de um Super Seven mais adaptado a estas condições para obter este triunfo importante.

 

Gonçalo Lobo do Vale e Luís Lisboa foram quarto e quinto, respectivamente, enquanto Luís Calheiros Ferreira, sexto absoluto, venceu a categoria Business. Miguel Couceiro ficou à frente de J.J. Magalhães que ficou penalizado depois de um toque com um adversário inglês. Nota de destaque para o bom desempenho de Tiago Carvalho, um dos vencedores do desafio Kia Racing Opportunity.

 

Araújo repete triunfo de Silverstone

 

 

 

 

 

 

Hugo Araújo começou a temporada da melhor maneira. O piloto que partilha o Super Seven nº99 com Nuno Santos está invicto em 2016. Depois de ter vencido a corrida em que participou no circuito de Silverstone, o bracarense voltou a ser o mais forte na contenda de Rockingham.

 

O início nem foi o melhor com uma passagem de caixa falhada. Sem capacidade de assumir o comando logo aí, Araújo foi à procura do líder, José Carlos Pires. Concentrado nesse objectivo, alcançou-o e foi o primeiro a ver a bandeira de xadrez. Pires, que tinha sido o melhor na corrida de ontem, teve de se contentar com o segundo posto. David Saraiva, por sua vez, teve um arranque menos conseguido como aconteceu a Araújo e fez uma corrida de trás para a frente para acabar em terceiro.

 

O piloto da Guarda teve um embate emocionante com Ricardo Leitão e superou o quarto classificado com uma diferença de apenas 0,596s. Na verdade, o piloto esteve muito bem na primeira parte da corrida, mas sentiu uma constante perda de eficácia volta após volta e não conseguiu segurar uma posição no pódio.

 

Depois do percalço da primeira corrida do fim-de-semana, J.J. Magalhães esteve melhor e acabou em quinto à frente de um quarteto que protagonizou um dos principais embates do dia. Miguel Couceiro (quinto), João Galvão (sexto), Luís Lisboa (sétimo) e Gonçalo Lobo do Vale (oitavo) andaram quase sempre envolvidos na luta pela melhor posição e cruzaram a linha de meta separados por 1,5 segundos.

 

 

Mais uma vez, o piloto do Kia Racing Opportunity, desta vez Ricardo Araújo, esteve em bom plano e evoluiu consideravelmente ao longo do fim-de-semana.

 

 

Luís Calheiros Ferreira, apesar de não ter um resultado tão positivo na classificação geral, voltou a vencer a categoria Business. Na segunda corrida de Rockingham, o único que não conseguiu terminar foi Duarte Lisboa, vítima de um toque.

 

À semelhança da jornada inaugural, Rockingham voltou a ser um sucesso. Um excelente ambiente no paddock desta aliança luso-britânica e a satisfação generalizada dos pilotos depois da experiência no característico circuito de Rockingham.

 

Concluída mais esta jornada, as equipas que habitualmente competem no Super 7 by Kia fazem agora uma pausa de mês e meio para voltarem às pistas no mítico e especial circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

 

Nos dias 24 e 25 de Junho, as equipas disputam a última jornada extra do ano. Vão estar 65 carros à partida, naquela que será, sem qualquer dúvida, a experiência mais desafiante da época.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020 – 02:19:12

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...