14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Francisco Milheiro no pódio na Rampa da Arrábida

 

 

Francisco  Milheiro ao volante do seu Peugeot 106, foi de novo ao pódio na Rampa da Arrábida /Pêquepê, penultima prova do calendário do Campeonato Portugal de Montanha JC Group.

 

O jovem piloto de Guimarães logo na subida da warmup 1, faria um tempo de 2.31.552 à média de  85,51 km/h, sendo o 29º na classificação geral e o 2º na Taça de Portugal de Montanha.Na primeira subida oficial de prova, Francisco Milheiro acaba por conseguir melhorar um pouco mais , obtendo um crono de 2.29.370 à média de  86,76 km/h , sendo o 26ª na classificação geral, e segundo na Taça de Portugal de Montanha.Na derradeira subida oficial de treinos, Francisco Milheiro alcança um tempo excepcional com 2.26.5912 à média de 88,40 km/h, sendo o 26º na classificação geral, e de novo o segundo na Taça Portugal de Montanha.

 

Para a primeira subida oficial de prova, Milheiro faz todo a extensaão da Rampa da Arrábida em 2.27.918 à média de 87,612 km/h, sendo o 27ª classificado à geral, e de novo o segundo classificado na Taça Portugal de Montanha.

 

Para a warmup 2, o jovem piloto piora um pouco, fazendo 2.29.452 à média de 86,712 km/h, sendo o 28º na classificação geral, e o segundo na Taça de Portugal de Montanha..Já  na segunda subida oficial de prova, Francisco Milheiro consegue melhorar de novo de forma substancial o seu crono com 2.26.099 à média de 88,70 km /h, sendo o 27º à geral, e o segundo na Taça Portugal de Montanha.Na ultima subida oficial de prova, Francisco Milheiro acaba por fazer o termpo mais rápido de todo o fim de semana com 2.25.156 à média de 89,28 km/h, sendo o 26º na classificação geral, e o segundo na Taça de Portugal de Montanha.

 

 

Depois de subir ao pódio, onde recebeu os seus prémios, Francisco Milheiro falou-nos como foi a sua prova começando por nos dizer “ correu bem, sem contratempos com o carro.Consegui aos poucos melhorar os meus tempos em cada subida, com uma ou outra quebra, mas sem grande importancia.Esta rampa de fácil não tem nada, e sou de opinião que só com grande conhecimento da mesma se consegue andar aqui depressa.Aproveito para desejar as melhoras aos pilotos acidentados , esperando que recuperem depressa e possam estar à partida da Rampa  de Boticas, que é a prova que vou começar a pensar, para assim finalizar este campeonato”.

 

CLASSIFICAÇÕES

 

TAÇA PORTUGAL MONTANHA

 

1º João Diogo Santos – Fiat Punbto 85

2º FRANCISCO MILHEIRO – PEUGEOT 106

 

TAÇA PORTUGAL MONTANHA – CI 12

 

1º João Diogo Santos – Fiat Punto 85

2º FRANCISCO MILHEIRO – PEUGEOT 106

 

 

Periodicidade Diária

sábado, 19 de outubro de 2019 – 13:03:31

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...