13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Susana Feitor e Inês Henriques no Tour da China

Susana Feitor e Inês Henriques são as únicas portuguesas inscritas na segunda edição do torneio internacional de marcha atlética de Wuzhong, uma espécie de versão reduzida do “Tour de França”, a mais famosa corrida velocipédica mundial. Também na marcha, o leader ostentará a camisola amarela, após a realização de cada etapa.
 
 
Na listagem divulgada pela federação chinesa de atletismo, Susana Feitor, que recentemente esteve envolvida em polémica devido à sua não inclusão na seleção para os europeus de Zurique, constituirá equipa com a polaca Agnieszka Dygacz e a espanhola Raquel González, ambas internacionais pelos seus países. Inês Henriques não integrará, para já, qualquer equipa.
 
 
Do lote de participantes estrangeiros anunciado destaca-se, também, a presença de Miguel Angel López (Espanha), campeão europeu de 20 km, Robert Heffernan (Irlanda), campeão mundial de 50 km, e Jared Tallent (Austrália), multi-medalhado mundial e olímpico em competições de 50 km marcha, e no setor feminino, a ucraniana Lyudmyla Olyanovska, vice-campeã europeia.
 
 
Os marchadores percorrerão nos quatro dias do tormeio, disputado em redor do lago Taihu, entre os dias 12 e 15 de outubro, etapas de 16, 15, 10 e 16 quilómetros, havendo lugar à distribuição generosa de prémios monetários, individuais e por equipas, na ordem de várias centenas de milhar de dólares, algo absolutamente inédito no âmbito de competições internacionais da especialidade.
 
 
Para o grupo de elite a organização determinou, tal como na edição de 2013, a aplicação de penalidades em função das faltas assinaladas pelos juízes internacionis de marcha, definindo o atleta avisado à primeira falta. Com duas e três faltas, o concorrente será obrigado a parar, em área reservada para o efeito, durantes dois  e três minutos, respetivamente. Com quatro faltas, assinaladas por quatro diferentes juízes, o atleta será desclassificado.
 
 
Paralelamente às jornadas competitivas, serão organizadas caminhadas, prevendo a organização a participação, só para o primeiro dia, de cerca de 10.000 pessoas. A este propósito, Zhao Du, secretário-geral da federação chinesa, afirmou ser tradição na região a envolvência de milhares de habitantes locais em caminhadas, especialmente durante o fim-de-semana, em articulação estreita com a natureza envolvente.
 
 
Vivemos numa era da tecnologia e da velocidade e as pessoas estão conscientes, hoje em dia, da importância da caminhada para o seu bem-estar geral físico e mental. Isso permite-lhes obter uma energia positiva nas suas vidas”, concluiu Du, responsável, em grande medida, pelo exponencial número de atletas em toda a China, quer pelos resultados que vão sendo obtidos em grandes eventos internacionais.

Periodicidade Diária

quarta-feira, 22 de maio de 2019 – 08:41:14

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...