14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

IAAF ratificou mínimos de Miguel Carvalho nos 50 km marcha

 

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) ratificou esta semana os mínimos olímpicos que Miguel Carvalho havia realizado na prova dos 50 km marcha, competição integrada no 1.º Challenge de Leiria em marcha atlética, uma organização do Leiria Marcha Atlética Clube, que teve lugar a 22 de novembro.

 
A competição não constava da listagem de provas válidas para obtenção de mínimos para os Jogos Olímpicos, apesar da organização do evento ter dirigido o pedido à FPA, ao que se sabe, com antecedência e esta apenas ter solicitado a ratificação da marca, na segunda-feira seguinte ao da realização da competição.
 
O jovem marchador de Rio Maior, que se estreou duplamente, com a camisola benfiquista ao peito e a competir na prova mais longa do programa oficial do atletismo, realizou a marca de 4:00:47 h, suplantando o mínimo olímpico que a Federação Portuguesa de Atletismo estipulou em 4:02:00 h. De notar que o da IAAF é de 4:06:00 h.
 
A marca de Miguel Carvalho, de 21 anos, constitui um novo recorde nacional da categoria sub-23, suplantando largamente a anterior melhor marca nacional que era pertença de Paulo Pires, atleta do Clube de Futebol “Os Belenenses”, desde 19 de março de 1989, com 4:36:32, quando competiu nos Campeonatos de Portugal, disputados em Viseu.
 
E é pena que a Miguel Carvalho (ou a outro atleta nacional) não seja proporcionada, nesta época, a honra de se sagrar campeão nacional, tendo realizado uma marca que em 30 anos de história de Campeonatos de Portugal de 50 km marcha, abruptamente interrompidos pela FPA, apenas José Pinto, José Urbano, José Magalhães, Pedro Martins, Jorge Costa e João Vieira fizeram melhor. 
 
Desde que se realizou em Portugal a primeira prova de 50 km marcha, em Alenquer, a 25 de junho de 1983, em que o emblemático José Pinto, com a marca de 4:06:03, viria a conseguir os mínimos para os mundiais de Helsínquia, apenas dois atletas suplantaram, em estreia, a marca de Miguel Carvalho. São os casos de dois atletas de eleição: José Urbano, que nos Campeonatos de Portugal de 1992, em Rio Maior, realizou o tempo de 3:59:33 h, e João Vieira, o atual recordista nacional, que na edição dos mesmos campeonatos, em 2004, em Beja, bateu, então, o recorde nacional, com o tempo de 3:52:00.
 
Jorge Miguel, treinador de Miguel Carvalho, em entrevista ao Jornal “Record”, declarou que o excelente resultado alcançado na distância não constituiu surpresa dado os indícios revelados nos treinos, e numa prova de 35 km. Mais referiu que a grande aposta é nos 20 km onde prevê que possa suplantar, com alguma facilidade, o mínimo olímpico fixado pela FPA (1:23:00). Profetiza que, ainda esta época, Miguel Carvalho discuta com os gémeos os primeiros lugares nos 20 km marcha.
 
Recorde-se que nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro haverá uma diferença de 7 dias entre a realização da prova dos 20 km (12 de agosto) e da dos 50 km (19 de agosto) e é provável que alguns marchadores compitam nas duas provas.
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019 – 23:00:34

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- Campeonato Nacional WABBA Portugal & Hercules Olympia Portugal

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...