14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

4 cidades candidatas a organizar o Campeonato das Nações

 

Guayaquil (Equador), Roma (Itália), Monterrey (México) e Kiev (Ucrânia), apresentaram, através das respetivas federações de atletismo, as suas candidaturas à realização do próximo Campeonato do Mundo de Nações em marcha atlética, que vai ter lugar nos dias 7 e 8 de maio de 2016. Como é do conhecimento geral, a competição estava inicialmente marcada para Cheboksary, na Rússia, mas devido à suspensão, pela IAAF, da federação russa de atletismo devido aos casos generalizados de doping, o organismo máximo do atletismo mundial anulou todos os eventos internacionais que estavam programados para aquele país.
 
O processo de escolha da cidade que albergará o Campeonato do Mundo de Nações será célere, usando-se meios eletrónicos, nomeadamente através da votação, pelos membros do Conselho da IAAF, da cidade escolhida, a anunciar no dia 7 de janeiro. Para o mundial de juniores, marcado para 19 a 24 de julho de 2016, e que estava designado para a cidade russa de Kazan, candidataram-se Perth (Austrália), Bydgoszcz (Polónia), e uma cidade da Índia, que será revelada em breve, mas que poderá ser Nova Deli.
 
Com poucos meses de preparação para o evento pode-se afirmar que é muito positivo o surgimento, no caso específico da marcha atlética, de quatro candidaturas (a Austrália, que inicialmente manifestara intenções de se candidatar, acabou por não confirmar o propósito), e o próprio presidente da IAAF, Sebastian Coe, mostrou-se muito agradado, declarando que “atenta a rapidez do processo e à existência de sete federações de cinco continentes interessadas em apresentar candidaturas, isto é um claro sinal que estas competições têm um potencial enorme”.
 
Das quatro candidaturas à organização do evento, que exige um orçamento avaliado em cerca de um milhão de dólares, Monterrey é a única cidade que recebeu a competição, nomeadamente em 1993. A Itália já acolheu o evento em 1963 (Varese), 1965 (Pescara) e em 2002 (Turim). A edição inaugural teve lugar na cidade suíça de Lugano, em 1961, estreando-se o setor feminino em 1979, na cidade alemã de Eschborn.
 
Atletas de inegável classe mundial inscreveram os seus nomes na lista de vencedores do evento. Entre estes, contam-se, pelos países que agora se candidatam à organização da competição, os seguintes nomes: Daniel Bautista (1777, 1979), Ernesto Canto (1981), Carlos Mercenário (1987), Daniel García (1993), Bernardo Segura (1999), nos 20 km, Raúl González (1977, 1981, 1983), Martín Bermudez (1979), Carlos Mercenário (1991, 1993), nos 50 km, todos pelo México, Jefferson Pérez (1997, 2002, 2004), pelo Equador, Abdon Pamich (1961), nos 50 km, e Erica Alfridi (2002), nos 20 km femininos, ambos pela Itália, e Ruslan Dmytrenko (2014), nos 20 km, pela Ucrânia.
 
O Marchador

Periodicidade Diária

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019 – 23:01:04

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- Campeonato Nacional WABBA Portugal & Hercules Olympia Portugal

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...