13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Andreas Gustafsson suspenso por dopagem

O marchador sueco Andreas Gustafsson foi suspenso preventivamente na sequência de análise positiva num controlo antidopagem realizado após uma prova de 50 km nos Estados Unidos, anunciou o diário sueco «Expressen» no final da semana passada. Sem identificar a substância detectada, o mesmo jornal adiantou que o atleta não pediu a contra-análise, o que é entendido como reconhecimento da prevaricação.
 
Gustafsson, de 33 anos, é um dos marchadores mais destacados do seu país e fica agora suspenso a título preventivo até à conclusão da investigação.
 
A notícia da suspensão de Andreas Gustafsson, actualmente a residir e treinar em San Diego (Estados Unidos), apanhou de surpresa os dirigentes da Associação Sueca de Marcha, cujo presidente, Börje Hansson, declarou ao diário «Aftonbladet» que «essa situação destrói tanta coisa... estava tudo a correr-nos tão bem». A surpresa é tanto maior quanto o atleta tinha em diversas ocasiões manifestado opiniões de reprovação em relação aos casos de dopagem revelados na Rússia, chegando a compará-los ao que sucedera com a equipa de ciclismo US Postal no tempo de Lance Armstrong.
 
Também o presidente do Comité de Competições da Associação de Marcha, o antigo marchador Birger Fält, afirmou ter ficado chocado e surpreendido quando soube do caso: «Fiquei chocado e surpreendido, sobretudo por se tratar do Andreas. Conheço-o desde o final dos anos 90 e ele sempre foi claro a respeito do 'doping' quando aconteceram casos noutros países.»
 
Birger Fält tinha, entretanto trocado mensagens de «e-mail» com Andreas Gustafsson, que terá confirmado a utilização de substâncias dopantes, mas deixou mais informações para depois da investigação.
 
Filho de Bo Gustafsson, vice-campeão olímpico dos 50 km marcha de Los Angeles-1984, Andreas Gustafsson detém como recordes pessoais 1.21.51 h nos 20 km (Podebrady, 13/4/2013) e 3.50.47 h nos 50 km (Valley Cottage, EUA, 28/10/2012). As principais classificações em grandes competições internacionais foram obtidas nos 50 km dos mundiais de Berlim de 2009 (21.º, 3.57.53) e dos de Daegu de 2011 (22.º, 4.00.05). Em 2000, Andreas Gustafsson foi também 21.º nos 10.000 m marcha dos mundiais de juniores de Santiago de Chile, com 45.21,06 m.

Periodicidade Diária

segunda-feira, 19 de agosto de 2019 – 13:14:06

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...