13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

FPA anuncia selecção de 50 km para Múrcia

A Federação Portuguesa de Atletismo divulgou hoje (o anúncio estava previsto para o dia 31 de Março!) os nomes de dois atletas, Pedro Isidro, do Sport Lisboa e Benfica (Lisboa), e Pedro Martins, do Centro de Atletismo de Seia (Guarda), como estando «pré-seleccionados» para a prova de 50 km da Taça da Europa de Marcha a realizar no próximo dia 17 de Maio na cidade espanhola de Múrcia.
 
 
Pedro Isidro, de 29 anos, detentor de 3.56.15 h (Taicang-2014), marca que lhe confere a qualificação (4.10.00 h), participará pela 4.ª vez na Taça da Europa de Marcha, repetindo 2009, 2011 (em 20 km), e 2013. Até ao presente soma 11 internacionalizações, com relevo, nos anos mais recentes, para os Jogos Olímpicos de Londres-2012, os mundiais de Moscovo-2013 e os europeus de Zurique-2014, sempre na prova de 50 km.
 
 
Pedro Martins, de 47 anos, que tem como melhor registo 3.55.29 h (Naumburg-2004) e obteve 2.49.54 h de qualificação (2.51.30 h) na prova de observação de 35 km no passado mês de janeiro, somará a sua 11.ª presença em Taças da Europa de Marcha, depois da sua estreia (em 20 km), e também a do evento, em 1996. Em março do corrente ano, em Castelo Branco, atingiu os 8 títulos nacionais nos 50 km. No global de internacionalizações tem 26, incluindo 2 presenças em Jogos Olímpicos (Sydney-2000 e Atenas-2004).
 
 
Como é óbvio, Portugal com apenas 2 atletas não se classificará colectivamente nos 50 km, isto apesar de ainda há 2 anos (Dudince-2013) ter-se apresentado com 4 elementos e obtido a 6.ª posição. No historial da distância consta a medalha de bronze em Cheboksary-2003 e dois quartos lugares em Leamington-2007 e Metz-2009, neste último caso com o mesmo número de pontos do 3.º classificado.
 
 
Para a situação confrangedora a que se chegou em que não há atletas em quantidade e qualidade adequadas para se formar uma equipa (a primeira vez que sucede em Taças da Europa de Marcha), muito tem contribuído a série de decisões infelizes tomadas pelo Técnico Nacional de Marcha, reveladoras de falta de sensibilidade, ausência de investimento e até de propositado alheamento, querendo com isso justificar e ajudar ao fim do campeonato nacional de 50 km, felizmente reposto após apelo na forma de carta aberta dirigida ao presidente da FPA! Pela mentalidade reinante, não nos causaria estranheza se viesse a defender junto de organismos internacionais a exclusão dos 50 km marcha do programa olímpico.
 
 
A divulgação da selecção completa para Múrcia está prevista para o dia 21 de Abril.
 
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

domingo, 19 de maio de 2019 – 08:45:26

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

Reportagens fotográficas em preparação

- Lisboa Belém Open

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...