14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Joaquim Graça vai ajuizar na China

O juiz internacional Joaquim Graça viajou anteontem para Taicang, na China, onde integrará um painel internacional de juízes de marcha que ajuizará as provas de 20 km marcha (masculinas e femininas) do Challenge Mundial da Federação Internacional de Atletismo, e ainda os campeonatos da China, estes, em sistema de rotatividade, com 4 juízes chineses e 4 juízes estrangeiros para cada uma das provas.
 
 
As competições, que vão decorrer este fim-de-semana e contarão com a presença de mais de 600 atletas, realizar-se-ão no mesmo circuito onde teve lugar a Taça do Mundo de Marcha de 2014, agora com a designação de Campeonato do Mundo por Seleções.
 
 
Joaquim Graça, juiz filiado no Conselho de Arbitragem da Associação de Atletismo de Lisboa, integrou o painel de especialistas da Associação Europeia, na certificação ocorrida em Leeds, em 2009, e integrou, em 2010, em função do sucesso obtido nos exames realizados em Paris, o restrito grupo de 25 juízes internacionais da especialidade.
 
 
É a sexta internacionalização (fora de portas) do juiz português, depois das participações na Corunha (Espanha), em 2010, Sesto San Giovanni (Itália), e Lille (França), ambas em 2011, Nice (França), em 2013, e Wajima (Japão), em 2014.
 
 
A restante equipa de juízes internacionais, nomeada para o evento, será composta por Wang Tak Fung (Hong-Kong), juiz-chefe, Jean-Pierre Dahm (França), Cándido Velez (Porto Rico), Nicola Maggio (Itália), Kirsten Crocker (Nova Zelândia), Sardjito (Indonésia), Steve Taylor (Grã-Bretanha) e Fei Jian (China). O delegado técnico será Luis Saladie (Espanha).
 
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

quinta-feira, 21 de novembro de 2019 – 21:54:02

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...