14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

João Vieira e Ana Cabecinha revalidam títulos de pista coberta

O sportinguista João Vieira e a pechanense Ana Cabecinha revalidaram este sábado os títulos de campeões nacionais de marcha em pista coberta, ao vencerem em Pombal as provas da especialidade dos Campeonatos de Portugal de Pista Coberta. Nos 5000 m masculinos, João Vieira impôs-se na primeira série, que reuniu os detentores das melhores marcas, terminando com 19.21,07 m para o 16.º título nacional em recinto coberto. Nos 3000 m femininos, Ana Cabecinha terminou em 12.29,72 m, não muito longe do recorde nacional que averbou há um ano, quando registou 12.21,56 m.
 
 
Na competição masculina, o marchador do Sporting fez melhor oito segundos do que em 2013 (19.29,06) e ficou a 16 segundos do seu melhor, que vem de 2007 (19.04,74). Mais uma vez teve a oposição directa do irmão Sérgio Vieira (SL Benfica), com quem manteve o já habitual duelo nas distâncias curtas. Desta feita terminaram separados por três segundos e meio, com o benfiquista a registar 19.24,59 m, sete segundos melhor que há um ano (19.31.32) e a menos de quatro segundos do recorde pessoal, estabelecido em 1999 (19.20,77). Campeão em 1998, 1999 e 2010, Sérgio Vieira alcançou pela sexta vez o segundo lugar em nacionais de pista coberta.
 
 
Pedro Isidro (SL Benfica) fechou o pódio com o trio de favoritos, averbando 20.00,59 m. É a segunda vez que o atleta benfiquista chega ao pódio em competições do género, tendo sido segundo em 2010. A marca registada constitui novo recorde pessoal por nada menos que 31 segundos, ficando mesmo à porta da casa dos 19 minutos. Desta forma, salta do 11.º para o quarto lugar na lista nacional de sempre dos 5000 m marcha masculinos em pista coberta. Bom resultado ainda para Miguel Carvalho (CN Rio Maior), quarto com 20.45,51 m, sendo o primeiro sub-23 e ficando a escassos três segundos do máximo pessoal em pista coberta (20.42,04, em 2013).
 
 
De assinalar a boa opção pela divisão dos muitos concorrentes por duas séries, evitando assim que a facilitação de mínimos de acesso se tornasse um pesadelo para o controlo de voltas.
 
 
Nas senhoras, cuja prova se iniciou com 40 minutos de atraso, Ana Cabecinha obteve o quarto título do seu «palmarés» em coberto. Desta vez, Vera Santos (Sporting CP) foi a segunda, classificação que obteve pela quarta vez, tendo vencido em 2009 e 2010. Ao registar 12.37,01 m, a sportinguista ficou a sete segundos da sua melhor marca, que data de 2009 (12.30,15).
 
 
Repetindo a classificação de 2013, Daniela Cardoso averbou 13.26,96 m, um recorde pessoal batido por 10 segundos (antes13.37,18, em 2013), passando de nona a oitava no «ranking» nacional de sempre da distância em pista coberta. Também Filipa Ferreira igualou a classificação de há um ano, com um quarto lugar a que corresponde a vitória entre as sub-23. A marca final de 13.58,23 m representa um progresso de cinco segundos no máximo pessoal (14.03,27 em 2013), entrando pela primeira vez na casa dos 13 minutos.
 
 
Menção especial volta a merecer a veterana Alexandra Lamas (CA Galinheiras), que, duas semanas depois de bater um recorde pessoal de 5 km velhinho de vinte anos, repetiu a façanha agora nos 3000 m em coberto, ao cumprir a distância em 14.09,88 m. A marca, além de valer o sétimo lugar na prova, traduz um salto muito grande em relação ao máximo estabelecido em 1992, quando a atleta fizera 14.41,2 m.
 
 
Classificações
 

5.000 metros masculinos (conjunto séries 1 e 2)
1.º, João Vieira, 1976 (Sporting CP), 19.21,07 - 1.º, série 1
2.º, Sérgio Vieira, 1976 (SL Benfica), 19.24,59 - 2.º, série 1
3.º, Pedro Isidro, 1985 (SL Benfica), 20.00,59 - 3.º, série 1
4.º, Miguel Carvalho, 1994 (CN Rio Maior), 20.45,51 - 4.º, série 1 - 1.º sub23
5.º, Rui Coelho, 1994 (CA Seia), 21.21,34 - 5.º, série 1
6.º, Cristiano António, 1988 (AC Vermoil), 21.45,84 - 6.º, série 1
7.º, Dionísio Ventura, 1979 (CIA Ilha Azul), 21.52,70 - 7.º, série 1
8.º, Pedro Martins, 1968 (CA Seia), 21.53,27 - 8.º, série 1
9.º, Bruno Pedro, 1993 (GACV), 21.53,55 - 9.º, série 1
10.º, Pedro Santos, 1986 (CA Seia), 22.08,45 - 1.º, série 2
11.º, Samuel Pereira, 1993 (CA Seia), 22.21,39 - 2.º, série 2
12.º, Luís Silva, 1970 (J Vidigalense), 22.35,78 - 10.º, série 1
13.º, Miguel Rodrigues, 1996 (CN Rio Maior), 22.56,60 - 11.º, série 1
14.º, José Silva, 1985 (NA Cucujães), 23.08,70 - 3.º, série 2
15.º, João Martins, 1995 (CA Ferreira do Zêzere), 23.35,97 - 4.º, série 2
16.º, Amaro Teixeira, 1989 (GC Amizade Donas), 23.36,76 - 5.º, série 2
17.º, Jaime Santos, 1972 (CCS João da Madeira), 23.52,14 - 6.º, série 2
18.º, Pedro Santos, 1992 (SL Benfica), 24.24,50 - 7.º, série 2
19.º, Eduardo Cardoso, 1992 (CCD Ribeirão), 24.41,19 - 8.º, série 2
20.º, Cláudio Cotrim, 1996 (CP Alcanena), 25.40,64 - 9.º, série 2
Desclassificados: Fábio Conceição, 1993 (CO Pechão), e Marco Amaral, 1993 (J Ilha Verde) - ambos da série 2.
 

3.000 metros femininos
1.ª, Ana Cabecinha, 1984 (CO Pechão), 12.29,72
2.ª, Vera Santos, 1981 (Sporting CP), 12.37,01
3.ª, Daniela Cardoso, 1991 (Leiria MA), 13.26,96
4.ª, Filipa Ferreira, 1994 (CO Pechão), 13.58,23 - 1.ª sub23
5.ª, Sandra Silva, 1975 (GRECAS), 14.05,19
6.ª, Mariana Mota, 1995 (SL Benfica), 14.05,56
7.ª, Alexandra Lamas, 1972 (CA Galinheiras), 14.09,88
8.ª, Vitória Oliveira, 1992 (J Vidigalense), 14.12,47
9.ª, Liliana Martins, 1990 (GC Amizade Donas), 14.15,36
10.ª, Edna Barros, 1996 (CO Pechão), 14.28,39
11.ª, Laura Leal, 1996 (CO Pechão), 15.18,47
12.ª, Liandra Gonçalves, 1996 (CO Pechão), 15.32,82
13.ª, Rita Ribeiro, 1996 (CN Rio Maior), 15.35,62
14.ª, Andreia Francisco, 1991 (C Benfica Faro), 16.34,86
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

sábado, 7 de dezembro de 2019 – 22:28:59

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...