14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Juízes portugueses fazem o pleno na certificação europeia

Ana Toureiro, José Ganso e Vasco Guedes vão integrar o novo painel internacional de juízes de marcha para a área europeia (2014/2017), conhecidos que foram os resultados da certificação levada a efeito pela Associação Europeia de Atletismo, no mês de outubro em Athlone, na Irlanda.

 
Esta é uma, mais uma, excelente notícia para a arbitragem portuguesa e, agora, particularmente no âmbito do ajuizamento em provas de marcha atlética, vindo reforçar os níveis de qualidade a que nos habituou, no exercício de atuações em grandes competições internacionais.
 
 
Recorde-se que 48 juízes, provenientes de 25 paízes europeus, compareceram na referida certificação tendo sido escolhidos para integrar o novo painel da AE (25 elementos), de modo a que haja a possibilidade de cada um deles, num ciclo de quatro anos, atuar em, pelo menos, duas das seguintes competições continentais: Europeus de Atletismo em 2014 (Zurique, Suíça), “Trials” europeus para os Jogos Olímpicos da Juventude (Baku, Azerbaijão), Taça da Europa em 2015 (Ivano-Frankivsk, Ucrânia) e 2017, Sub-23 em 2015 (Tallin, Estónia) e 2017, Juniores em 2015 (Eskilstuna, Suécia) e 2017, e Juvenis em 2016.
 
 
Foram, certamente, muito boas as classificações atingidas pelos especialistas portugueses, isto, se atendermos a que, à luz das normas previamente estabelecidas, apenas dois elementos de uma mesma nacionalidade teriam acesso direto ao painel, a não ser que o terceiro alcançasse o número de pontos suficientes que o permitisse situar na primeira metade dos candidatos elegíveis.
 
 
Por outro lado, os nossos juízes estiveram acompanhados por candidatos que, ainda não há muito tempo, estavam integrados no painel da Federação Internacional, alguns com experiência nos maiores eventos mundiais de atletismo.
 
 
Ana Toureiro, juíza de Lisboa, iniciou o seu percurso internacional em 2000, na certificação de Moscovo, sendo que de 2006 a 2009, se bem que certificada, não integrou o painel por limite de vagas, renovando agora o seu vínculo ao mesmo. Contabiliza 16 atuações no estrangeiro.
 
 
José Ganso, juiz de Setúbal e presidente do respetivo Conselho de Arbitragem da Associação local, também estreou-se no painel internacional em 2000, onde manteve a posição até 2009. Regressa ao patamar mais elevado da arbitragem europeia, contando no seu currículo com a presença em 14 competições disputadas no estrangeiro.
 
 
Vasco Guedes, juiz de Santarém, que se qualificou para Athlone na sequência dos “trials”, com José Ganso e André Brito, estreia-se no painel europeu da especialidade. Integrou o painel de especialistas em 1998 ingressando no painel nacional de grau “B” em 2002. Em 2007 ascendeu ao grau “A” e em 2011 manteve o vínculo ao grau nacional mais elevado. É curioso e elucidativo verificar que foi sempre o melhor classificado nas quatro certificações nacionais em que participou.
 
 
A equipa de “O Marchador” expressa as felicitações a Ana Toureiro, José Ganso e Vasco Guedes pelo sucesso obtido, sentimento extensivo às respetivas Associações. Aproveita a oportunidade para, igualmente, felicitar Jorge Salcedo, José Paulo Moreira, Samuel Lopes e António Costa, do novo painel de Oficiais Técnicos Internacionais, bem como Rui Loução, Helena Carvalho e Luís Abegão, que integrarão a nova equipa de Oficiais Técnicos Internacionais para a área europeia.   

 

O Marchador 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 20 de novembro de 2019 – 19:32:41

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...