14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Luís Silva de bronze em Budapeste (WMACi)

Luís Silva (M40), marchador da Juventude Vidigalense, seguiu o êxito das suas colegas de disciplina e conquistou mais uma medalha para as cores nacionais, a de bronze, na prova de 3.000 metros marcha (dia 26) dos Campeonatos do Mundo de Veteranos em pista coberta, que se estão a disputar em Budapeste, Hungria, realizando a marca de 12.21,86.
 
 
O nível das provas masculinas foi muito elevado, com o suíço Alex Flórez (M40), que há 4 anos participara na edição do mundial mas nas provas de 800 e 1500 metros, a protagonizar, agora na marcha, o primeiro lugar no escalão e a obter o melhor registo absoluto de entre todos os participantes (158 chegados, 14 desclassificado e 4 desistentes), com a marca de 12.13,5. O alemão Steffen Borsch, também M40 (12.19,12) e Luís Silva obtiveram globalmente as 2.º e 3.º melhores marcas.
 
 
A fronteira do «top 10» ficou em 13.03,27 com 9 marcas na casa dos 12 minutos, de entre as quais dois homens de 51 anos de idade, o francês Gilles Sahuc (1.º M50 e 5.º da geral) com 12.38,88 e o espanhol Miguel Perianez (2.º M50 e 9.º da geral) com 12.57,87. Repare-se que o 21.º fez 13.49,81, e que a última marca abaixo dos 15 minutos deu a 50.ª posição!
 
 
Face à exigência das marcas alcançadas, quem não teve tarefa fácil foi outro português, Francisco Reis, a representar a Grã-Bretanha, tendo sido 5.º no escalão M50 com a marca de 14.01,63.
 
 
De entre os 15 países que conquistaram medalhas na prova, a Espanha, com 7 (3 de ouro + 2 de prata + 2 de bronze) bateu toda a concorrência. Com 4 medalhas cada ficaram a Grã-Bretanha (3+1+0) e a França (1+1+2).
 
 
 
O Marchador

Periodicidade Diária

quinta-feira, 17 de outubro de 2019 – 23:55:17

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...