Luís Silva com bronze em San Sebastián

Prossegue a bela caminhada dos marchadores veteranos portugueses nos Campeonatos da Europa de San Sebastián. Ontem, nas provas de marcha destinadas aos homens, Luís Silva (M40) classificou-se na terceira posição da prova dos 3.000 metros, obtendo o tempo de 12.30,51 minutos, o que lhe valeu a conquista da medalha de bronze.

É a segunda medalha do atleta de Torres Vedras no evento, depois de 2011, em Gent, na Bélgica, ter conseguido a medalha de ouro. O campeão, Steffen Borsch, da Alemanha, obteve um novo recorde europeu da categoria, com a marca de 12.13,49 (o recorde mundial é do norte-americano Tim Seaman, com 12.08,65 – Albuquerque, EUA, 3/3/2013), enquanto a medalha de prata foi para o russo Viacheslav Degtyarenko, com 12.27,84. O suíço Alex Florez, considerado favorito, foi desclassificado.

De salientar, também, a prestação positiva de Francisco Reis (M50), com 13.59,37, terceiro classificado, representando as cores da Grã-Bretanha, numa prova em que o campeão foi o nosso bem conhecido Miguel Periañez (Espanha), com 13.32,58, assíduo participante nas provas que se realizam no nosso país.

Outro português em competição, José Bom (M75), competindo nos seus 6.ºs campeonatos, viria a ser desclassificado, não pelos juízes especialistas de marcha mas por oficiais de segurança, que vão observando o comportamento dos atletas, com especial incidência nos de mais idade. No caso, foi cumprida a regra 3.15, tendo aquele sido advertido com um cartão amarelo, numa primeira vez, e depois foi-lhe exibido o cartão vermelho. Preocupações com a saúde do atleta estiveram na base da decisão dos ditos oficiais.

Na ordenação absoluta, as três primeiras posições corresponderam aos três primeiros classificados da categoria M40.

Na valorização das marcas por idade, segundo as tabelas de graduação da Associação Mundial de Veteranos, «O Marchador» apurou que, de entre os vencedores, as melhores percentagens pertenceram aos espanhóis Miguel Angel Prieto, com 94.65% (12.30,99 – M45) e Ignasi Melo, com 92.20% (14.18,16 – M60), e ao britânico Arthur Thomson, com 91.56% (17.22,99 – M75). Luís Silva obteve 90.20% e Francisco Reis 87.60%.

Nesta prova, a Espanha amealhou o maior número de medalhas, num total de 8, sendo 4 de ouro, 2 de prata e 2 de bronze. A seguir ficou a Grã-Bretanha, com 6 (2-1-3) e a Alemanha, com 3, todas de ouro.

Resultados:

3.000 metros - M35
1.º, Juan Ruben Piñera (Espanha), 12:57.72
2.º, Francisco Martin (Espanha), 13:19.87
3.º, Rodrigo Dominguez (Espanha), 13:31.95
4.º, Jose Manuel Sanchez (Espanha), 14:03.78
5.º, Jose Luis Muñoz-Torrero (Espanha), 14:08.68
6.º, Jose Manuel Rodriguez (Espanha), 14:16.05
7.º, Sébastien Eichholtzer (França), 14:33.72

3.000 metros - M40
1.º, Steffen Borsch (Alemanha), 12:13.49
2.º, Viacheslav Degtyarenko (Rússia), 12:27.84
3.º, Luís Silva (Portugal), 12:30.51
4.º, Jose Luis Duce (Espanha), 12:54.49
5.º, Normunds Ivzans (Letónia), 12:54.57
6.º, David Durand Pichard (França), 15:05.13
7.º, Ruben Piñol (Espanha), 15:36.52
8.º, Mario Fernandez (Espanha), 17:43.20
Desclassificados: Alex Florez (Suíça) e Christer Svensson (Suécia).

3.000 metros - M45
1.º, Miguel Angel Prieto (Espanha), 12:30.99
2.º, Leonardo Toro (Espanha), 13:18.26
3.º, Petro Garnyk (Ucrânia), 13:40.56
4.º, Fabrice Poras (França), 13:43.75
5.º, Steffen Meyer (Alemanha), 13:45.14
6.º, Sebastian Manuel Barranco (Espanha), 14:19.59
7.º, Jose Faus (Espanha), 14:21.71
8.º, Briere Regis (França), 14:52.53
9.º, Madars Breide (Letónia), 15:05.05
10.º, Ion Marian (Roménia), 17:07.06
11.º, Alan Roberts (Grã-Bretanha), 21:03.45
Desclassificado: Pere Tobaruela (Espanha).

3.000 metros - M50
1.º, Miguel Periañez (Espanha), 13:32.58
2.º, Andrea Naso (Itália), 13:36.44
3.º, Francisco Reis (Grã-Bretanha), 13:59.37
4.º, Jose Antonio Gallardo (Espanha), 14:08.71
5.º, Patrick Murphy (Irlanda), 14:22.07
6.º, Klaus Dietsche (Alemanha), 14:28.16
7.º, Patrick Bonvarlet (França), 14:29.44
8.º, Uwe Schröter (Alemanha), 14:31.92
9.º, Markus Reifinger (Áustria), 14:52.19
10.º, Luis Abadias (Espanha), 14:53.32
11.º, Julian Iglesias (Espanha), 15:33.99
12.º, Daniele Colombo (Itália), 16:12.08
13.º, Serge Marvingt (França), 16:28.04
14.º, Seffari Abdelaziz (França), 17:06.39
15.º, Patrick Liardou (França), 17:52.41
16.º, Thierry Goubert (França), 18:32.08
17.º, Udo Münster (Alemanha), 18:58.63

3.000 metros - M55
1.º, Dirk Bogaert (Bélgica), 14:37.87
2.º, Miroslaw Luniewski (Polónia), 14:51.72
3.º, Jesus Javier Moreno (Espanha), 15:16.60
4.º, Sergey Lyzhin (Rússia), 15:23.56
5.º, Steve Allen (Grã-Bretanha), 15:41.31
6.º, Juan Carlos Ugarte (Espanha), 15:45.43
7.º, Jean-Claude Guillon (França), 15:54.48
8.º, Wilfreid Gaube (Alemanha), 16:00.72
9.º, Gerard Gualandi (França), 16:29.87
10.º, Gilles Pascal Chrisment (França), 16:41.07
11.º, Yves Calamy (França), 17:31.60
12.º, Manuel Molera (Espanha), 18:08.19
13.º, Santiago Segui (Espanha), 21:07.64
Desclassificados: Dan Antohi (Roménia), Franco Venturi Degli Esposti (Itália), Juergen Bruegel (Alemanha), Steven Uttley (Grã-Bretanha).

3.000 metros - M60
1.º, Ignasi Melo (Espanha), 14:18.16
2.º, Ian Richards (Grã-Bretanha), 14:39.32
3.º, Patrice Brochot (França), 14:56.84
4.º, John Hall (Grã-Bretanha), 15:23.91
5.º, Gerard Perez (França), 15:41.19
6.º, Petr Adam (República Checa), 16:29.48
7.º, Jean Pierre Pin (França), 16:43.12
8.º, Marc Lassus (França), 17:10.68
9.º, Sergio Fasano (Itália), 17:16.54
10.º, Eric Raul (França), 17:18.57
11.º, Rafael Area (Espanha), 17:21.11
12.º, Pierangelo Fortunati (Itália), 17:32.66
13.º, Claude Flamant (França), 17:36.80
14.º, Jan Arvid Rolstad (Noruega), 17:59.24
15.º, Yves Laffon (França), 18:10.47
16.º, Gianni Frandi (Itália), 20:56.97
DQ.º, Daniel Siegenfuhr (França),
DQ.º, Dedieu Robert (França),

3.000 metros - M65
1.º, Ludwig Niestelberger (Áustria), 15:43.75
2.º, Ettorino Formentin (Itália), 15:47.12
3.º, Roger Michell (Grã-Bretanha), 16:41.19
4.º, John Mcmullin (Irlanda), 16:53.79
5.º, Fernand Rabatel (França), 17:02.90
6.º, Bernard Delayre (França), 17:17.62
7.º, Arvid Bjørsvik (Noruega), 17:18.72
8.º, Ivan Kovalev (Rússia), 17:34.33
9.º, Francisco Arnaiz (Espanha), 17:35.66
10.º, Benito Leon (Espanha), 18:06.14
11.º, Joseph Hummer (Luxemburgo), 18:26.19
12.º, François Poncin (França), 19:57.19
13.º, Louis Bellevegue (França), 20:03.11
14.º, Arthur Lillefosse (Noruega), 21:11.08
15.º, Rudolf Michlfeit (Áustria), 21:19.22
16.º, Walter Brandenburg (Suíça), 22:46.93
17.º, Benazet Robert (França), 22:57.41
18.º, Michel Lheritier (França), 25:05.19
DQ.º, Apostolos Venetiadis (Grécia),

3.000 metros - M70
1.º, Peter Schumm (Alemanha), 17:32.52
2.º, Alexandr Sartakov (Rússia), 17:37.75
3.º, Einari Vainikka (Finlandia), 17:40.48
4.º, Wolf-Dieter Giese (Alemanha), 18:52.40
5.º, Gunars Rubenis (Letónia), 19:28.30
6.º, Raitis Lerme (Letónia), 20:35.27
7.º, A Volskyi (Ucrânia), 21:02.74
8.º, Andre Liardou (França), 22:59.95
DQ.º, Hermann Strieder (Áustria),
DQ.º, Iurii Polovshchikov (Rússia),
DQ.º, Ronald Penfold (Grã-Bretanha),
DQ.º, Vladimirs Dribincevs (Letónia),

3.000 metros - M75
1.º, Arthur Thomson (Grã-Bretanha), 17:22.99
2.º, Jordana Alexis (França), 17:34.88
3.º, Zigurds Irbe (Letónia), 17:39.06
4.º, Mykola Panaseiko (Ucrânia), 18:42.79
5.º, Holger Flassnöcker (Alemanha), 20:54.76
6.º, David Stevens (Grã-Bretanha), 21:02.40
7.º, Gernot Mittag (Alemanha), 21:33.15
8.º, Gunars Janis Mikulis (Letónia), 21:34.00
9.º, Frank Knäringer (Alemanha), 21:36.59
10.º, Santos Uribe (Espanha), 22:34.51
11.º, Claude Bertrandeau (França), 22:43.04
12.º, Bernard Krabbendam (Holanda), 23:04.45
s/t: Romolo Pelliccia (Itália);
Desclassificado pelos juízes de segurança: José Bom (Portugal).

3.000 metros - M80
1.º, Eric Horwill (Grã-Bretanha), 22:47.14
2.º, Matti Tamminen (Finlandia), 22:47.54
3.º, John May (Grã-Bretanha), 24:38.33

3.000 metros - M85
1.º, Günter Ciesielski (Alemanha), 22:47.33
 
O Marchador  

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...