Nikki Johstone e Joana Fonseca vencem Montepio Meia Maratona de Cascais

 

Cerca de 4.000 atletas da Montepio Meia Maratona de Cascais, powered by Associação Mutualista Montepio, deram um colorido especial à Baía de Cascais no fim-de-semana de Carnaval: ontem, a tarde foi dedicada à Corrida das Crianças; hoje, a manhã esteve reservada para a meia maratona e para os 5 km Cascais.
 
Na terceira edição do evento organizado pela HMS Sports, em parceria com a Câmara Municipal de Cascais e o CCD Cascais, a meia maratona teve dois vencedores inéditos: Nikki Johstone, que em Janeiro venceu a Maratona do Funchal, e Joana Fonseca. O atleta inglês destacou-se na corrida masculina, consolidando a vantagem ao longo dos 21,1 km, e acabou por cortar a meta isolado com o tempo de 01:09:51. Dois minutos depois, Avelino Eusébio (GFD Running) concluiu o desafio, seguindo-se o triatleta do Estoril Praia Credibom, João Ferreira (01:12:12).
 
Em femininos, Joana Fonseca acabou por ser a mais rápida e terminou com o registo de 01:20:53. Nas posições seguintes do pódio ficaram Ercília Machado (01:23:34) e Vera Nunes (01:24:05). 
 
Este ano, o evento contou com o apoio do LIDL, que além de premiar os três primeiros classificados, também distinguiu o primeiro homem e a primeira senhora a passarem pela Meta Volante instalada no quilómetro 10 com um ralador elétrico Silvescrest Kitchen Tools.                                                                          
 
ESTREANTES NA PROVA

 

Os 21,1 km da Montepio Meia Maratona de Cascais contaram com vários estreantes. Manuela Machado, medalha de ouro no Campeonato do Mundo de Gotemburgo 1995 e no Europeu de Helsínquia 1994 e Budapeste 1998, na distância da maratona, correu pela primeira vez esta prova e terminou com 01:34:05. Também o ator Jorge Corrula, que está a preparar a Maratona de Londres, também se estreou na Montepio Meia Maratona de Cascais e fê-lo com o 01:34:18.
 
EVENTO VERDE

 

Este ano, a Montepio Meia Maratona de Cascais pautou pela implementação de medidas de redução do impacto ambiental no âmbito do Evento Verde, nomeadamente foram eliminados 30.000 sacos de plásticos; a organização utilizou carros elétricos durante o evento; existiu incentivo ao uso de transportes públicos e meios de transportes não poluentes, com a disponibilização de um bengaleiro para bicicletas no parque de estacionamento da Cidadela.
 
Houve também reforço de contentores diferenciados da Câmara Municipal de Cascais e de estruturas da Vitalis e da Sociedade Ponto Verde para a separação do lixo e a promoção de reciclagem no local de partida e meta e nos pontos de abastecimento, bem como a presença de mochileiros na zona da partida e meta para incentivar a separação do lixo e sensibilizar os participantes e o público para a importância da reciclagem, com a recolha e reciclagem de 30.150 garrafas de plástico.
 
Em fim-de-semana de Carnaval, muitos foram os que aceitaram o convite da organização e correram os 21,1 km ou os 5 km mascarados e participaram no Concurso de Máscaras promovido no Facebook da prova. 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...