18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

EHF Euro 2024 Qualifiers: Missão final já arrancou em Loulé

Seleção Nacional A Feminina começou esta segunda-feira a preparar os derradeiros jogos do Grupo 3 da qualificação para o Campeonato da Europa deste ano, frente às congéneres de Países Baixos e Chéquia.
No dia em que a verdade se disfarça de mentira [1 de abril], nada é mais certo do que o início da derradeira missão rumo ao Women’s EHF Euro 2024. A comitiva escolhida para representar a Seleção Nacional A Feminina nas duas últimas jornadas dos Qualifiers, às ordens de José António Silva, reuniu-se esta segunda-feira em Loulé e os trabalhos já começaram, com vista aos jogos decisivos. O primeiro, entre Portugal e Países Baixos, está agendado para o dia 4 de abril, às 19h00, em Loulé, já o segundo e derradeiro, para o dia 7 de abril, às 17h00 (hora portuguesa), na cidade de Plzeň, na Chéquia.
 
Estão previstas seis sessões de treino no Pavilhão Municipal Professor Joaquim Vairinhos, palco do jogo desta quinta-feira contra a já apurada seleção neerlandesa, que serão complementadas com trabalho de ginásio e análise de vídeo.
 
Última etapa do sonho: Capitã de volta ao leme
Uma lesão no pé retirou Bebiana Sabino do duplo confronto com a Finlândia (3.ª e 4.ª jornadas), em que Portugal passou com distinção e manteve vivo o sonho de voltar a um Campeonato da Europa, como em 2008. Agora totalmente recuperada, a experiente pivô e capitã da Seleção Nacional está de volta às opções para o momento das decisões, com a mesma vontade e entrega que a caracterizam:
 
“Quando representamos a Seleção Nacional a motivação é sempre máxima. O trabalho diário é para chegar aqui, por isso é uma alegria e um orgulho conseguir estar de volta a este grupo. Ganha ainda mais importância neste momento, porque vamos preparar e disputar dois jogos que podem significar o atingir de um marco histórico para o Andebol feminino português.”
 
Perto de atingir a marca impressionante das 150 internacionalizações, Bebiana Sabino revela que ter ficado de fora nos últimos jogos “foi muito difícil” e que o sofrimento foi ainda maior pelo facto de “não ter o controlo de nada”: “Foi ainda mais difícil, porque não existia margem para erro. No primeiro jogo, não sei se foi por ser fora, estava muito ansiosa, mais do que se me estivesse a preparar para jogar. No segundo, como a sensação de proximidade era maior, percebes o estado de espírito do grupo, logo o nervosismo era menor.”
 
Longe da ação mas sempre perto do grupo que lidera, a última semana internacional não podia ter tido um desfecho melhor, considera:
 
“Acima de tudo, foram duas vitórias importantes. Porque nos mantém dentro do que é o nosso objetivo e, depois, porque foram vitórias expressivas, acompanhadas de exibições com qualidade. Não podemos esquecer os adeptos no jogo em casa. O ambiente foi excecional, talvez tenha sido o encontro com mais adeptos nas bancadas de um jogo da Seleção Nacional A Feminina de Andebol. Espero que isso se repita agora em Loulé, seria importante!”
 
Quanto aos próximos confrontos contra Países Baixos e Chéquia, para a atleta de 37 anos é necessário “estar bem consciente de todas as possibilidades: vitória, derrota, empate e diferença de golos, que podem afetar o tão desejado apuramento.”
 
A seleção dos Países Baixos, apesar de já ter o apuramento garantido, apresenta-se em Loulé na máxima força. “Só podemos antever dificuldade máxima para este jogo. Para além de toda a qualidade individual, sabemos que é uma equipa que tem como ponto forte as transições defesa-ataque, que têm uma influência muito grande no resultado final. Consequentemente, é um ponto importante para nós no que diz respeito ao diferencial de golos. Por isso, temos que nos apresentar com uma elevada eficácia de ataque e uma boa recuperação defensiva que consiga contrariar este aspeto.” – afirmou Bebiana Sabino, garantido ainda que a equipa quer vingar a derrota com a Chéquia na primeira volta, em Paredes, e garantir o segundo lugar do Grupo 3.
 
Recorde-se que vão estar presentes no Women’s EHF Euro 2024 os dois primeiros classificados de cada um dos oito grupos dos Qualifiers, mais os quatro melhores terceiros, para além das co-organizadoras já apuradas (Áustria, Hungria e Suíça) e da Noruega, Campeã da Europa em título.
 
Bilhetes disponíveis a partir de 1 de abril!
A entrada é gratuita. No entanto, é obrigatório levantar os bilhetes (máximo 4 por pessoa) na receção do Pavilhão Municipal Professor Joaquim Vairinhos, a partir do dia 1 de abril, nos seguintes horários:
 
Dias úteis (08h00 às 21h00)
Dias úteis (08h00 às 21h00)
Não é permitida a entrada a menores de 3 anos, de acordo com a legislação em vigor.
 
EHF Euro 2024 Qualifiers
Calendário – Grupo 3:
12.10.2023 – 18h30 – Países Baixos x Portugal, 38-27 (20-14)
15.10.2023 – 15h00 – Portugal x Chéquia, 26-30 (13-14)
29.02.2024 – 16h30 – Finlândia x Portugal, 21-28 (12-18)
03.03.2024 – 19h30 – Portugal x Finlândia, 38-22 (21-11)
04.04.2024 – 19h00 – Portugal x Países Baixos, Canal 11
07.04.2024 – 17h00 – Chéquia x Portugal, RTP 2

Periodicidade Diária

domingo, 14 de abril de 2024 – 08:28:26

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...