14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

047 - Artigo

 
 
Entre muitas outras classificações podemos afirmar que existem dois tipos de indivíduos, os que praticam actividade física regular e os que não praticam actividade física (sedentários).
 
Apesar de todos os dias sermos bombardeados com informações sobre os malefícios da obesidade e do sedentarismo, embora mais de 90% da população portuguesa tenha conhecimento que a actividade física regular é fundamental para a saúde, continuamos, mesmo assim, a ser dos países com menores índices de prática desportiva na UE.
 
Os que dão o primeiro passo no sentido de começar a ser fisicamente mais activos, inscrevendo-se em clubes ou associações que promovam programas e forneçam serviços de exercício físico, normalmente começam cheios de entusiasmo e energia. Muitos já passaram por isso e sabem a que nos referimos. Nas primeiras semanas até treinam todos os dias, mas ao fim de quatro ou cinco semanas a vontade começa a desvanecer. Muitos leitores saberão do que estamos a falar. A maioria destes entusiastas dificilmente ultrapassa a barreira dos seis meses de permanência em programas de exercício, de acordo com algumas fontes ligadas a esta indústria. Esta é uma matéria já abordada, nestes artigos, diversas vezes, mas que importa repetir, repetir, repetir!!! Porquê? Porque a maioria dos que iniciam a sua prática desportiva fazem-no cheios de objectivos e metas a atingir, e isso é muito positivo. Mas será que as metas imaginadas são alcançáveis da forma que gostaríamos? Será que conhecemos o caminho que é necessário percorrer e as opções que teremos que fazer para lá chegar? Será que possuímos a disciplina e a determinação necessárias para conseguir superar os obstáculos? Estas e outras questões levam muitas vezes à desistência, ao fracasso. Mas a actividade física regular é algo demasiado importante nas nossas vidas para que pura e simplesmente desistamos de a realizar!
 
Existe um factor que pode ser determinante na manutenção de um programa de exercício físico regular por um período de tempo e até quem sabe ao longo da vida, com implicações positivas na saúde e bem-estar. Esse factor, segundo a Les Mills (1), é a noção de auto-eficácia, que no fundo não é mais que aquela sensação de confiança que possuímos para atingir um determinado objectivo, que no contexto da prática de exercício seria por exemplo terminar uma sessão de treino ou aula de fitness. Se sabemos, à partida, que podemos conseguir chegar ao fim de uma sessão de treino ou aula, e se essa for uma experiência positiva, então o mais certo é querer continuar a repeti-la. Por outro lado, se essa experiência for demasiado dura ou complexa, que não nos permita chegar ao fim, o mais certo é desistir, perder a confiança e a sensação de auto-eficácia. Acabamos por cair no sofá a fazer zapping na TV, contribuindo assim para o agravamento da taxa de sedentarismo. Alguns estudos revelaram que a sensação de auto-eficácia aumenta em mais de 130% as probabilidades de um indivíduo se manter num programa de exercício físico regular mesmo depois de 6 meses.
 
O nosso conselho é que não seja demasiado ambicioso nos seus objectivos de treino. Defina pequenas metas que sejam ultrapassadas progressivamente e que no final irão produzir grandes mudanças. Não se iluda com resultados rápidos e sem esforço, como aqueles que nos impingem todos os dias nos meios de comunicação e na publicidade. Mude progressivamente os seus hábitos, até se tornarem permanentes, e os resultados serão mais consistentes. Preocupe-se com a sua evolução e não com os resultados de terceiros. Provavelmente irá concluir que até está a ter melhores progressos. Lembre-se que ninguém nasce ensinado e muito menos treinado, por isso será necessário percorrer todo um caminho, sem saltar etapas. Ninguém gosta de fazer algo que não seja agradável por isso descubra qual a actividade física que mais lhe dá prazer e pratique-a. Envolva os seus familiares e amigos nessas actividades, é bom para si e para eles.
 
Simplesmente faça, porque "quem quer fazer algo encontra um meio, quem não quer fazer nada arranja desculpas".
 
(1) Les Mills – marca internacional detentora dos programas de fitness mais praticados em todo Mundo e uma referência nesta indústria. 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 18 de setembro de 2019 – 23:51:07

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...