15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Heinz Frei (Atletismo)

 
 
 
Heinz Frei
 
(Suíça)
 
 
 
Atletismo
 
 
 
 
 
 
 
Quem é Heinz Frei
O veterano campeão nasceu em 28 de Janeiro de 1958
É, certamente, um dos atletas que, a nível mundial, apresenta um mais impressionante currículo desportivo:
12 medalhas de Ouro em Jogos Paralímpicos
1984 Stoke Mandeville
1988 Seoul
1992 Barcelona
1996 Atlanta
2000 Sydney
1988 Innsbruck - Inverno
Actual Vice - Campeão do Mundo (Assen 2006) - nos 800m e Maratona (bronze nos 10.000m)
12 vezes Campeão do Mundo
1983 Stoke
1986 Göteborg
1990 Assen
1994 Berlin
1998 Birmingham
2002 Lille
Campeão Suíço (mais de 100 vezes) desde 1982 em todas as distâncias de atletismo, algumas em distância longa e também em Handbike
102 vitórias em Maratonas - Berlin (17 x); Oita (J) (12 x); Hamburg (12 x); Biel +  Oensingen + Heidelberg (5 x ); Schenkon + Zürich + Lausanne ( 4 x); Frankfurt + London + Wiener-Neustadt (3 x); Boston + München + Genf + Osaka (J) + Rotterdam + Lausanne (Tour du Lac) (2 x); Alpnach + Montreal + Los Angeles + Kapstadt + Monza + Salzburg + Wien + Birmingham + Barcelona + Milano + Paris + Lille + Padua (1 x)
Actual Campeão da Europa(Espoo 2005) de 800m (Bronze nos 10.000m)
Recordista do mundo em
1998     10 000 m  (20’25,90“)       
2006     Meia Maratona  (41’46“) 
1999     Maratona  (1h20’14“)        
2002     100 km  (3h38’50“)       
Vice Campeão do Mundfo de Handbike
Quando começou a competir a nível mais elevado? Porquê?    
     Depois do meu acidente aos vinte anos.
     Comecei, de novo, nas cadeiras de rodas com 22 anos, depois da reabilitação.
    Perdi muito o desporto. Necessitei de actividades, para ter uma vida bem balanceada e uma boa qualidade de vida.
Fê-lo por paixão ou para mostrar ao mundo que, apesar da diferença, pode ganhar?
     Hoje, o desporto é uma grande paixão, a paixão da minha vida.
     Mas, com as vitórias, ao mais alto nível, torna-se fácil e divertido aqui permanecer muito tempo.
     Adoro o desporto, as pessoas à volta dele, os diferentes países, ...
     Tudo isso, dá-me muitas grandes recordações para a minha vida.
Em que “classe” (T…) compete? Que tipo de deficiência física tem?
      A minha classe é a T53 e isso não torna muito fácil vencer muitas corridas ao longo da minha carreira, mas, tenho-o conseguido ...
     Não me pergunte porquê.
     O meu corpo deve possuir muitas condições especiais para que isso aconteça, mas, realmente, não sei exactamente porquê.
Nasceu com essa deficiência?
     Com vinte anos de idade, tive um acidente numa corrida de montanha.
Quantas horas por dia treina? Que precauções principais toma com a alimentação?      
      Gosto de treinar duas a três horas por dia.
Qual o seu maior feito atlético até agora? Porquê?     
       Os Jogos Paraolímpicos de Barcelona/92 foram um dos maiores.
       Ganhei três medalhas de ouro, também a maratona.
       Tinhamos muitos espectadores, uma organização perfeita, um grande clima e muito público em casa.
Em que provas vai participar nos Jogos Paralímpicos de Pequim? Quais são as suas metas/ambições para esses jogos?     
      Vou tentar algumas especiailidades: atletismo e handbike.
      800 metros e maratona, no atletismo, e contra-relógio e corrida de estrada, no handbike.
      Isto é um pouco louco, mas, com a minha idade, talvez seja entusiasmo!
      Espero obter bons resultados, mas, para as medalhas, ainda há um longo caminho a percorrer.
É um corredor profissional ou tem outro emprego também?      
      Trabalho 50% no Centro Paraplégico Suiço para o Desporto, cativando novas pessoas em cadeiras de rodas para o desporto
Que condições tem para treinar?
       Neste caso, sou uma criança sortuda. Tenho perfeitas condições de treino em casa e no local de trabalho.
       Não preciso de deslocar-me a campos de treino à volta do mundo.
Que apoios tem (patrocinadores, etc)?       
A Associação Suiça de Paraplégicos é um dos mais importantes apoios para todos nós.
Alguns sponsors individuais tornam a vida mais fácil, mas, não é suficiente para se ser profissional.
Qual a sua opinião sobre o recente Campeonato do Mundo em Lisboa?
       Oh, há muitos anos que eu amo esta corrida de Lisboa.
       Bati o meu recorde pessoal de meia-maratona em Lisboa.
       Quando conseguirmos eliminar a parte na zona antiga do percurso, a nova geração conseguirá alcançar um novo recorde mundial em Lisboa, muito em breve.
E o que achou da organização?
       O organizador tem muito cuidado com o sector das cadeiras de rodas.
       Não temos muitos locais no mundo com este nível.
       Muito obrigado.
Na sua opinião, que devem fazer as organizações de provas similares em Lisboa?
       Vocês fazem as coisas muito bem.
      O resto é, muitas vezes, uma questão de dinheiro.
      Não gosto disso, mas, penso que essa é a verdade.
Concorda com a pretensão de Óscar Pistorius de competir nos Jogos Olímpicos de Pequim, apesar de ele ser duplo-amputado e correr com próteses leves e aerodinâmicas?
        Penso que, realmente, é um grande problema., porque ele não tem as mesmas condições que as outras pessoas deficientes.
       Nós também não competimos, com as nossas cadeiras de rodas, contra outros corredores.
       Não seria justo para quem não tem deficiências, porque teriamos vantagem
Que mensagem gostaria de deixar para os cibernautas que leiam esta entrevista?     
        Façam desporto e gozem a qualidade de vida que isso proporciona.
        Vamos a isso!!

Periodicidade Diária

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020 – 23:28:18

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...