14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Marcel Hug (Atletismo)

 

 
 
 
 
Marcel Hug
 
(Suíça)
 
 
Atletismo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Quem é Marcel Hug
Marcel Eric Hug nasceu em 16 de Janeiro de 1986
Hobbies: Desporto em geral e ouvir música
Treinador:Paul Odermatt
- Quando é que começou a praticar desporto de alta competição? Porquê?
      Comecei a correr em cadeira de rodas, quando tinha dez anos de idade, em 1996
      O meu nível tem subido constantemente e a minha primeira competição internacional foi em 1999, na Irlanda.
- Fê-lo por paixão ou porque foi um meio de mostrar que também na diferença se consegue vencer?
       O desporto é a minha paixão.
       Sempre quero ser o melhor e fazer o melhor que me fôr possivel.
 - Em que classe compete? Qual é o seu tipo de deficiência física?
       Comecei na classeT54.
       A minha deficiência é espinha bifída.
- Trata-se de uma deficiência com a qual nasceu ou surgiu mais tarde?
      Sim, nasci com espinha bifída.
- Quantas horas diárias treina? Quais os principais cuidados que tem com a sua alimentação?
      Normalmente, treino duas vezes por dia, seis dias por semana, o que significa entre uma a três horas por dia e cerca de vinte horas por semana.
      Para mim, é muito importante ter uma alimentação balanceada e saudável.
- Entre os principais resultados desportivos que obteve, até ao momento, qual/quais destaca? Porquê?
       O meu maior sucesso foi a conquista de duas medalhas de bronze nos Jogos Pataolímpicos de Atenas/2004.
      Foi um momento muito especial e emocionante.
- Em que provas participará nos Jogos Paraolímpicos de Pequim? Quais as suas ambições para esses Jogos?
       Planeio correr entre os 400 metros e a maratona e alcançar o meu melhor resultado na final.
- Dedica-se exclusivamente ao atletismo ou possui uma profissão em paralelo?
       Estou nos últimos anos de uma escola comercial especial para desportistas.
       Isso significa que sou 50% estudo e 50% desporto.
- Como são as suas condições de treino?
        São boas, mas, continuo a ter muito trabalho até aos Jogos Paraolímpicos.
- Com que apoios conta?
        Tenho muitos sponsors pessoais e apoiantes.
       Também somos apoiados pela nossa Associação Nacional e os meus pais e o meu treinador também me ajudam muito.
- Nos Campeonatos do Mundo em Lisboa, quais as suas impressões sobre o percurso?
       Eu gosto do percurso.
      É possivel fazer uma marca melhor.
- E sobre a Organização?
       A organização foi boa, como sempre acontece.
- Na sua opinião, quais as medidas a tomar em futuros eventos nesta cidade?
       Fazer bons e rápidos percursos de corrida em estradas que estejam em boas condições.
- Concorda com a pretensão do sul africano Óscar Pistorius que deseja participar nos Jogos Olímpicos, apesar de ser amputado das duas pernas e correr com próteses extremamente leves e aerodinâmicas?
       Entendo a sua pretensão, mas é necessário o know-how dos especialistas para decidir e ele tem de aceitar as suas opiniões.
- Que mensagem quer deixar para todos os que lêem esta entrevista?
        Não respondeu.
  

Periodicidade Diária

terça-feira, 22 de outubro de 2019 – 19:06:10

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...