14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Alexandrino Silva (Atletismo)

 
 
 
Alexandrino Silva
 
(Portugal)
 
 
 
Atletismo
 
 
 
Quando começou a competir a nível mais elevado? Porquê?    
     Novembro de 2007, porque consegui os mínimos na maratona de Oita no Japão.

Fê-lo por paixão ou para mostrar ao mundo que, apesar da diferença, pode ganhar?
   Pelas duas coisas.
 
Em que “classe” (T…) compete? Que tipo de deficiência física tem?
   Classe T 54
   Amputação da perna esquerda.
- Trata-se de uma deficiência com a qual nasceu ou surgiu mais tarde?
    Acidente de viação em 1992.
 
Quantas horas por dia treina? Que precauções principais toma com a alimentação?
    Treino 4 Horas por dia.
    Quanto à alimentação, como de tudo
Qual o seu maior feito atlético até agora? Porquê?
     Recordista da distância de meia maratona em Portugal.

     O resultado que mais destaco são os mínimos para Pequim 2008

Em que provas vai participar nos Jogos Paralímpicos de Pequim? Quais são as suas metas/ambições para esses jogos?
      Na maratona e 5000m.
      Fazer o melhor possível para Portugal
É um corredor profissional ou tem outro emprego também?       
      Só me dedico ao atletismo.
 
Que condições tem para treinar?
      Treino na estrada todos os dias.
 
Que apoios tem (patrocinadores, etc)?
       Nenhuns.
 
Qual a sua opinião sobre o recente Campeonato do Mundo em Lisboa?
        Um percurso que exige o máximo dos atletas, por ser totalmente plano.
      É um percurso muito rápido,  se a forma física estiver bem preparada.
 
E o que achou da organização?
        A melhor a nível nacional.
      É bom ter acesso a provas deste nível no meu país.
 
Na sua opinião quais as medidas a tomar em futuros eventos nesta cidade?

     Manter pessoas nas suas organizações que conheçam a modalidade.

Concorda com a pretensão de Óscar Pistorius de competir nos Jogos Olímpicos de Pequim, apesar de ele ser duplo-amputado e correr com próteses leves e aerodinâmicas?
     Não comento.
 
Que mensagem gostaria de deixar para os cibernautas que leiam esta entrevista?
     Que dêem o devido valor a esta modalidade.
     É muito difícil estar a par da elite mundial no atletismo em cadeira de rodas.
     É um dos desportos mais caros do mundo, e o menos apoiado.
     Assim é muito difícil estar ao nível dos melhores.
 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 20 de setembro de 2019 – 14:05:07

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...