15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

A falar é que a gente se conhece - Dullia em entrevista

 

Dullia. É assim que se apresenta artisticamente Vic Limberger. Cantora e compositora brasileira, de 22 anos, saiu da sua cidade natal, Caxias do Sul, no Brasil, para morar em Portugal.  Influenciada pelos pais, Dullia aprendeu a tocar violão aos 9 anos de idade e dois anos mais tarde já escrevia as suas próprias músicas, iniciando a carreira com algumas publicações de covers no Youtube e facebook, que somavam mais de 40 mil visualizações.    
Nós fomos conhecer melhor a nossa artista e autora d’ “ A Flecha” e partilhamos tudo convosco. 

 

GC - Em jeito de apresentação, quem é a Dullia? 
Dullia - Uma menina sonhadora e determinada, com um amor imenso pela música, família e amigos. Sou uma pessoa que gosto de ajudar os outros, que valorizo as amizades, as diferenças e acredito no poder de transformação do amor, pois tenho a certeza que os nossos sonhos podem mudar o mundo. 

GC - O teu sotaque não engana: és brasileira, mas decidiste vir morar para Portugal. Há quanto tempo estás cá e por que razão escolheste Portugal para te acolher?  
Dullia - Sim (risos). Sou Brasileira, da região Sul do Brasil. Sempre tive o sonho de morar fora do país e, em abril de 2019, fui estudar inglês em Londres. Depois de o meu curso ter terminado, eu decidi vir conhecer Portugal. E, quando cheguei aqui, me apaixonei por tudo! Me encantei com as belezas naturais, com a arquitetura, com as pessoas, com a maneira que vivem, com o sotaque (haha que eu acho lindo demais!!!) e me apaixonei pelo país! Fui muito bem recebida aqui! Em agosto de 2019, eu decidi que queria fazer de Portugal, minha casa.  

GC - Achas que é mais fácil fazer-se e viver-se da música em Portugal? 
Dullia - Não acho que seja mais fácil nem mais difícil, mas com certeza é um desafio. Começar em qualquer lugar tem o lado mais trabalhoso, mas sem dúvida é recompensador.  

GC - Como caracterizas o teu estilo musical? 
Dullia - Acredito que se pode encaixar no estilo de Novo MPB, Pop Mpb. A minha música se enquadra nessa nova cena musical, nesse movimento novo que está surgindo, que insere artistas como Melim e Vitor Kley… entre outros. Eu classificaria como um Novo MPB.  

GC - Lançaste o teu primeiro projeto autoral, em dezembro de 2019, que conta com seis singles. De forma resumida, como nos podes apresentar o mesmo?  
Dullia - Sim, é um projeto que é, de certa forma, bem intimista, por que, as composições são todas de experiências reais que tive durante um período da minha vida. Então, é um projeto que tem músicas que falam muito sobre amor, sobre decepções, superação e sentimentos que foram muito reais para mim. O objetivo principal é fazer com que o meu público se possa conectar com as minhas músicas, e que as canções sejam um canal para todos os que escutem também se possam expressar e entender os seus sentimentos, para que possam sonhar e realizar os seus sonhos. Nunca desistir e sempre acreditar na força do amor!  

GC - Qual a música com a qual mais te identificas e porquê? 
Dullia - Neste momento, “ A Flecha”, com certeza. É uma música que fala sobre valorizar as pessoas que estão presentes na nossa vida e demonstrar-lhes o nosso amor. Essa música resgata sentimentos de amor e proteção e de como estar cercado de pessoas que nos amam e nos apoiam pode, muitas vezes, tornar o nosso caminho mais leve.  

 

Grupo Chiado Comunicação e Marketing    

 

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 23 de setembro de 2020 – 05:08:34

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...