1 de junho - Parques e monumentos de Sintra oferecem aos mais novos entradas livres e publicações digitais gratuitas

 

- Dia da Criança celebrado com entradas gratuitas até aos 12 anos de idade

- Escola Portuguesa de Arte Equestre reabre a 1 de junho com o espetáculo “Crininhas vai para a Escola”, com entrada livre para os mais novos

- Parques de Sintra lança coleção de livros digitais gratuitos para o público juvenil

 

A Parques de Sintra assinala o Dia Mundial da Criança, que se comemora a 1 de junho, com a oferta de entradas gratuitas ao público até aos 12 anos de idade, em todos os parques e monumentos geridos pela empresa. Na mesma data, lança uma coleção de livros digitais gratuitos, concebidos para dar a conhecer ao público juvenil o vasto património que administra. Neste dia, ficam disponíveis no site da empresa, os dois primeiros livros da série, dedicados ao Parque e Palácio de Monserrate e à Escola Portuguesa de Arte Equestre, que reabre a 1 de junho e celebra a ocasião com o espetáculo “Crininhas vai para a Escola”, dedicado aos mais novos e com entrada livre para crianças até aos 12 anos, acompanhadas de adultos.

 

A comemoração do Dia Mundial da Criança faz-se de acordo com as novas medidas de segurança, no âmbito da prevenção da COVID-19, em vigor nos parques e monumentos geridos pela Parques de Sintra desde a sua reabertura ao público, no passado dia 18 de maio. Estas incluem o uso de máscara e a admissão condicionada de visitantes nos espaços interiores, entre outras normas de acesso. Tendo como prioridade a proteção de todos os frequentam o património que administra, a empresa obteve o selo “Clean & Safe” atribuído pelo Turismo de Portugal, que garante a aplicação de procedimentos sanitários seguros, de acordo com as recomendações da Direção-Geral da Saúde.

 

Escola Portuguesa de Arte Equestre reabre com espetáculo gratuito para crianças

 

A Escola Portuguesa de Arte Equestre vai retomar a sua atividade no Dia Mundial da Criança e assinala a data com um espetáculo dedicado aos mais novos, que terão entrada livre até aos 12 anos. “Crininhas vai para a Escola” realiza-se no Picadeiro Henrique Calado, na Calçada da Ajuda, em Belém (Lisboa), a 1 de junho, às 11h00, e foi especialmente concebido para dar a conhecer às crianças o universo da Alta Escola Equestre Portuguesa. Através da história do jovem cavalo Crininhas, que chega à Escola Portuguesa de Arte Equestre vindo da Coudelaria de Alter, onde nasceu, o público fica a saber um pouco mais sobre esta arte e os exercícios que os cavalos e os cavaleiros faziam no tempo dos reis e das rainhas. Uma história que transmite igualmente valores importantes como a família, a amizade, a aprendizagem, a disciplina, a entreajuda e o espírito de sacrifício.

 

Para que as crianças possam assistir gratuitamente ao espetáculo, será necessária uma inscrição prévia através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Adicionalmente, devem ser acompanhadas por adultos.

 

No cumprimento das diretivas das autoridades sanitárias nacionais, no âmbito da prevenção da COVID-19, as instalações da Escola Portuguesa de Arte Equestre foram adaptadas e a lotação foi reduzida.

 

Parques de Sintra lança livros digitais gratuitos para o público juvenil

 

Também a 1 de junho, a Parques de Sintra apresenta uma iniciativa dirigida ao público juvenil: uma coleção de livros digitais gratuitos que pretende disponibilizar conhecimento sobre os valores patrimoniais de cada polo de visita, facilitando a sua compreensão e interpretação. Recorrendo a uma linguagem apelativa e a uma abordagem interativa, que inclui conteúdos áudio, vídeo e propostas de atividades, estas edições digitais constituem-se, igualmente, como ferramenta de auxílio à comunidade escolar, apoiando a preparação de visitas de estudo, e às famílias, permitindo enriquecer a experiência de visita aos locais.

 

Os dois primeiros livros, dedicados ao Parque e Palácio de Monserrate e à Escola Portuguesa de Arte Equestre, ficam disponíveis no Dia Mundial da Criança em http://livrosdigitais.parquesdesintra.pt/ . Fazem parte de uma série que terá uma publicação sobre cada um dos espaços administrados pela Parques de Sintra, num total de 10 títulos. A edição desta coleção resulta de uma colaboração entre a empresa e o CITI – Centro de Investigação para Tecnologias Interativas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

 

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua

 

A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

 

Em 2019, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam cerca de 3,7 milhões de visitas, 90% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.

 

São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra.

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...