14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Casa do Coreto - O Maestro das Ruas Dudu Fagundes. Uma Nobreza Rara.

 

 

Dudu Fagundes – O MAESTRO DAS RUAS

Uma Nobreza Rara.

12 Julho 

Sexta 21h30 

M/6  Música  

 

O Maestro das Ruas DUDU FAGUNDES. Uma Nobreza Rara.
Voz do Rio de Janeiro para a Lusofonia.


Dudu Fagundes – Carlos Eduardo Lopes Fagundes, é maestro, músico, compositor, cineasta e jornalista. Aprendeu a compor e escrever partituras ainda pequeno, com o avô e com o pai. Toca cavaquinho, contrabaixo, violão, piano, percussão, entre outros instrumentos.


“O Maestro das Ruas” tornou-se uma lenda – A denominação surgiu do trabalho nas ruas do centro do Rio de Janeiro, quando resolveu colocar em prática o que de melhor sabia fazer: escrever partituras musicais! E foi parar à porta da Escola de Música da UFRJ. Com um velho violão à tiracolo, um caderno de pautas musicais, uma esferográfica preta, um banquinho de madeira na mão e uma pequena placa onde se lia: "Fazem-se partituras para registo." E pronto, ali mesmo nasceu “O Maestro das Ruas”... Tudo começou em março de 1997. Perdurou por 14 anos. Tornou-se o primeiro “partiturista” da Escola Nacional de Música da UFRJ, empossado pelo diretor, João Guilherme Rippe.


Cerca de 45 mil artistas já recorreram ao seu trabalho. Dudu é o anjo da guarda que já socorreu os mais diversos músicos. Fagundes afirma não ter quaisquer preconceitos e admira todos os ritmos.


Parceiro de Tiago Mocotó, Gabriel o Pensador e Nonato Buzar, compôs ainda com Lenine, Gilberto Gil, Carlinhos Brown, Toquinho, entre outros, parcerias que germinaram prémios: a letra e melodia da música “Preto e Branco”, faz parte do CD “Carnaval Eletrónico”, de Daniela Mercury, que foi indicado ao Grammy Latino, como o melhor álbum pop do ano.


Dirigiu os filmes “Rio Antigo”, “Batacotô”, “Memórias d'um Candongueiro”, “Serra Alegre” e “A Pedra». Um dos seus trabalhos mais elogiados foi o filme autobiográfico “O Maestro das Ruas – Um Mergulho Na Alma brasileira”, lançado no Festival FESTin, em Lisboa e que conta com centenas de compositores anónimos.


Depois de escrever milhares de partituras, fomentar dezenas de projetos culturais, escrever livros e dirigir filmes, ser jornalista e radialista, o inquieto Dudu criou outra obra, o seu primeiro CD autoral: “Dudu Fagundes, Uma Nobreza Rara”, produzido pelo seu amigo e parceiro Teo Lima, com o selo internacional da Warner Chappell.


Idealizou e criou o movimento “Os Ruístas”, a união da massa artista que vem da base da pirâmide social, onde se parte do princípio que não existe um melhor do que o outro, todos são iguais, e ali se reúnem todos os tipos de arte, com o objetivo de se sair do anonimato.


Nesta sua apresentação, vamos conhecer esta sua trajetória singular.


(Baseado em textos de Sandra Piscistelli e Izaira S. França)

Com Dudu Fagundes (Brasil) Produção ARTPRODES

 

Casa do Coreto

R. Neves Costa, 45 Carnide 1600-532 Lisboa

 

Reservas: 938018777 | 966046448  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

Periodicidade Diária

sábado, 24 de agosto de 2019 – 22:36:58

Pesquisar

 

20 de agosto

2005 - 2019, são 14 anos


- quase 3 milhões de fotos

de cerca de 60 desportos diferentes

 

- aproximadamente 46.000 notícias

de cerca de 225 desportos diferentes

 

- e muito mais
 

tudo

Ao Serviço do Desporto em Portugal

Obrigado aos nossos leitores!

 

 

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...