12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

O Lisboa na Rua continua a preencher praças e jardins

 

Esta semana inauguramos um projeto de arte sonora, um festival de música e outro de artes performativas e abrimos um livro para crianças.

 

Depois do concerto Carmina Burana, que levou no passado sábado até ao Vale do Silêncio, nos Olivais, 18 mil pessoas, o Lisboa na Rua continua esta semana com novas sugestões de entrada livre, em palcos improváveis. 

 

A Estufa Fria de Lisboa vai fazer-se ouvir, literalmente. Esta é a proposta do projeto Lisboa Soa que a partir desta quinta feira (dia14) e ao longo de quatro dias irá proporcionar experiências sonoras únicas com obras de artistas nacionais e internacionais.

 

No sábado, o Lisboa na Rua convida para o Festival Zona Não Vigiada, em Chelas, com sonoridades independentes de músicos como o cantautor e multi-instrumentista português B Fachada, o Dj angolano Nigga Fox ou a estrela chilena do reggeaton, Tomasa Del Real.

 

Durante o fim de semana, o Jardim da Cerca da Graça será palco de leituras dramatizadas, baseadas na biografia de Violeta Parra – que este ano celebraria o seu centenário. Estas sessões, às 11h e às 16h, destinam-se especialmente aos mais novos, dando-lhes a conhecer a vida extraordinária da artista chilena, uma das protagonistas da coleção de livros infantis Antiprincesas.

 

As crianças são também convidadas do Cinecidade para irem este sábado até ao Museu de Lisboa e participarem numa visita-oficina sobre a exposição “Do Carnaval à Luta Livre. Máscaras e Devoções Mexicanas”. Enquanto os pais vêm os filmes, os filhos constroem máscaras.

 

No jazz, os mais novos são os protagonistas na orquestra-escola Big Band Júnior, que se estreia na Arte da Big Band com um concerto no Jardim da Amnistia Internacional, sexta feira às 19h, juntamente com a cantora convidada Rita Maria.

 

Já na quinta feira, o Fado volta ao Largo de São Carlos, a partir das 21h30, com a fadista Cristina Branco.

 

Além da música, cinema e teatro, o Lisboa na Rua continua a proporcionar fins de semana com aulas de dança ao ar livre, em vários locais. As artes performativas prometem surpreender durante três dias quem visitar alguns dos mercados da cidade durante o festival Chapéus na Rua.

 

 

O programa Lisboa na Rua pode ser consultado em:

http://lisboanarua.com/lisboanarua/


 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017 – 15:09:27

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...