14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Igreja dos Pastorinhos acolhe concerto dedicado a Lúcia, Francisco e Jacinta

Recentemente dedicada, a Igreja dos Pastorinhos, na Paróquia de São Tiago dos Marrazes, na diocese de Leiria-Fátima, acolhe, no próximo domingo, 8 de março, pelas 15:00, um concerto musical promovido e organizado pelo Santuário de Fátima. A entrada é livre e gratuita.
 
 
À semelhança do concerto realizado na Sé Patriarcal de Lisboa a 20 de fevereiro, o programa deste novo concerto integrará a interpretação da obra “Drei Hirtenkinder aus Fatima” (Os Três Pastorinhos de Fátima), da autoria de Arvo Pärt, compositor de referência na música contemporânea. 
 
 
O concerto, intitulado “Sem amor nenhuns olhos são videntes”, verso do poema “Anátema”, de Miguel Torga, abre com o Coro Infantil do Instituto Gregoriano de Lisboa, que interpretará duas peças de canto gregoriano e a Missa em honra dos Pastorinhos, do padre Joaquim dos Santos. 
 
 
A segunda parte estará a cargo do Coro Anonymus, do Porto, que após a interpretação de várias obras de autores contemporâneos portugueses, nomeadamente Alfredo Teixeira, Gonçalo Lourenço, Eurico Carrapatoso, Gonçalo Lourenço, Mário Nascimento e Mário Ribeiro,  fechará o concerto com a peça de Arvo Pärt.
 
 
Recentemente dedicada, a 22 de fevereiro, esta nova igreja, localizada na Quinta do Alçada, em Marrazes, pretende ser um espaço de promoção da devoção aos beatos Francisco e Jacinta Marto. 
 
 
Cláudia Camelo, presidente do Coro Anonymus, em entrevista à Sala de Imprensa do Santuário de Fátima, tece um balanço “muito positivo” do concerto realizado a 20 de fevereiro, festa litúrgica dos Beatos Francisco e Jacinta Marto: “O evento, no seu todo, foi de grande qualidade, desde logo com as excelentes interpretações do Coro Infantil do Instituto Gregoriano de Lisboa e do Organista João Santos.
 
 
No que se refere à participação do Coro Anonymus, somos de opinião que alcançamos os objetivos performativos que tínhamos definido para o evento inclusive na interpretação da obra de Arvo Pärt”.
 
 
“O Coro Anonymus sentiu cada momento e espera ter conseguido transmitir todo esse sentimento ao público presente. Foi, sem dúvida, uma experiência inesquecível que ficará gravada na história deste Coro”, refere Cláudia Camelo.
 
 
Repetir-se-á então, no próximo domingo, a primeira e a última partes do concerto de Lisboa: a atuação do Coro Infantil do Instituto Gregoriano de Lisboa e do Coro Anonymus. A fechar o concerto será igualmente interpretada a peça de Arvo Part.
 
 
Cláudia Camelo descreve a peça dedicada aos Pastorinhos de Fátima desta forma: “Apesar de aparentemente simples, revela uma enorme dimensão espiritual para a qual, não basta cantar as notas nos sons e tempos certos, é também preciso sentir cada nota e interpretá-la”. 
 
 
Estes dois concertos integram um programa musical mais vasto que está a ser preparado pelo Santuário de Fátima no contexto da celebração do Centenário das Aparições, o qual integra, entre outras iniciativas anunciadas e a anunciar, vários concertos, um musical e um bailado.
 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 9 de julho de 2020 – 18:03:48

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...