13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Gala de Encerramento do “Festival Flamenco Casino Estoril”

 

O Festival de Flamenco do Casino do Estoril terminou com uma grande gala protagonizada pelos artistas Juan Carlos Cardoso e Marta Arias que foram acompanhados pelo cantor David Bastidas e o guitarrista Alberto López.

 

Em uma hora e meia de actuação tomaram a atenção do público do Lounge D do Casino.

 

A performance iniciou com Juan Carlos Cardoso e Marta Arias numa coreografia em conjunto, sendo que de seguida cada um apresentou o seu talento com vários trajes. No final voltaram ao palco Juan Carlos e Marta Arias para fechar em grande o espectáculo.

 

Os tempos intermédios entre a dança não ficaram em branco, longe disso, David Bastidas com a sua inconfundível voz e ritmo de palmas, e com o talentoso Alberto López nas cordas da sua guitarra flamenca animaram o público.

 

Os bailarinos trocaram de traje por três vezes, trazendo às suas coreografias um toque diferente em cada tipo de vestes.

 

Na fase inicial Juan Carlos estava com fato bege e Marta com um traje comprido mas mais curto para movimentos mais breves. Juan Carlos actuou a solo com um fato escuro, mas que lhe permitiu uma liberdade de actuação mais ágil. Marta Arias na sua actuação usou um vestido comprido vermelho com o enorme e típico xaile com o qual fez uma boa parte da sua actuação, numa coreografia magnífica. Na última entrada em palco, ambos usaram traje preto com um movimento muito rápido com especial incidência no sapateado que fez a diferença nesta sua apresentação ao público.

 

David Bastidas, já na fase de agradecimento ao público e depois de Marta Arias receber um belíssimo ramo de flores, desafiou os artistas a fazer uma última actuação em palco mais descontraída mas com uma beleza única, em que projectou bem a sua voz e mostrou um passo de dança que também o caracteriza.

 

O currículo destes bailarinos é vasto Juan Carlos Cardoso, nascido em Sevilha em 1977, iniciou-se ao flamenco com 5 anos de idade, contudo iniciou a sua formação aos 12 anos em dança espanhola com Lola Triana tendo mais tarde entrado no Conservatório de Dança de Sevilha. Em 1997 começou a sua carreira profissional percorrendo as salas de espectáculo mais importantes pelo Japão. De 1998 a 2006 integrou as companhias das conceituadas mestres Maria Pagés e Eva Yerbabueba. O artista já tinha actuado com Marta Arias em 2007 no espectáculo “Paso a Paso” na Irlanda.

 

Marta Arias também natural de Sevilha, nascida em 1979, formou-se em Dança Espanhola também no Conservatório de Dança de Sevilha. Integrou o Grupo de dança da Cidade, tendo realizado coreografias de Javier Latorre, Manolo Marín e La Toná. A artista aos 14 anos ficou em segundo lugar no VI Festival Andaluz de Jovens Amadores de Flamenco.

 

Texto e fotos: Pedro MF Mestre

 

 

 

clique na imagem para visualizar a fotorreportagem

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 16 de julho de 2019 – 00:25:22

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...