Tony Carreira no MEO Arena

Tony Carreira, pelo 15º ano consecutivo, enche o MEO Arena. Desta vez teve casa cheia por duas noites seguidas, sendo esta a maior casa de espectáculos de Portugal.

Como ele próprio diz, não vê o espectáculo somente do ponto de vista do artista, mas o concerto global, e gosta de variar de ano para ano o espectáculo que vai retribuir ao seu público. Nota-se também que ele gosta de sentir resposta do público provocando-o ao longo do concerto.

Tony Carreira, tal como outros artistas tanto nacionais como estrangeiros também afirmam, o público português é dos melhores, em que não estão somente a assistir a um espectáculo, mas vivem-no. A prova disso é levantarem-se das cadeiras logo na primeira música, ficando assim todo o espectáculo, tendo Tony Carreira a experiência de dar muitos concertos tanto em Portugal como no estrangeiro.

A excelência do seu concerto para além da parte musical e interação com o público desde a primeira canção “Tudo por vocês” em que Tony Carreira surge no palco vindo pelo meio dos fãs e no final esteve de novo junto a eles. Contou com belas coreografias de bailarinos, “anjos” suspensos a voarem pelo palco durante o tema “Tu levaste a minha vida”, já em “Já que te vais” as acrobatas actuaram numa coreografia através um candeeiro suspenso associada à música. Bailarinas acrobatas a fazerem a sua exibição ao longo de compridos lençóis já perto do final, entre outros pontos que deu ao público o espectáculo impar que é sempre desejado.

A sua filha Sara, esteve em palco com ele em dueto a interpretar “Hoje Menina”, que terminou com um momento de emoção entre ambos, notava-se pelas suas expressões faciais assim como pelo abraço e beijinho carinhoso trocado entre eles.

O público, conhecido por ser maioritariamente feminino, embora os homens também sentissem o espectáculo de forma intensa, entregaram a Tony Carreira a prova de carinho mútuo que existe entre ambos e se tem revelado sempre ao longo dos seus 26 anos de carreira musical. Ele agradeceu isso de forma directa e prática, quando numa música uma falha técnica o deixou sem microfone, e o público assegurou a canção, ele disse que agradecia profundamente esta atitude que a partir da sala lhe deram continuidade ao tema que estava a ser cantado.

Ao longo da noite recebeu vários ramos de flores em palco vindos do público, havia também inúmeros cartazes com as mais diversas mensagens dirigidas ao cantor.

Logo cedo, estavam grandes filas nos vários acessos ao MEO Arena, pessoas com cachecóis, sentadas em cadeiras (certamente estavam lá desde muito cedo). Entre cantar temas do cantor e petiscar, a festa era grande.

Na hora de entrar no recinto, a azáfama era muito grande, conforme as imagens da foto-reportagem revelam, e depois a imagem de casa cheia vista da zona do palco.

No final do concerto, uma fã dirigiu-se a mim: “Já acabou?” Esta senhora de facto não deu por terem passado duas horas de um grande espectáculo. Estas palavras eram merecidas de ser ouvidas no momento por Tony Carreira e por toda a sua equipa que torna estes concertos especiais e únicos.

 

Texto: Pedro MF Mestre

 

Veja a reportagem fotográfica

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...